Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/821
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: USO DO JOGO DOMINÓ ORGÂNICO COMO MÉTODO COMPLEMENTAR PARA O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DOS CONTEÚDOS DE QUÍMICA
metadata.dc.creator: Costa, Jordanna Marra da Fonseca
metadata.dc.contributor.advisor1: Nascimento, Marlúcio Tavares do
metadata.dc.contributor.referee1: Silveira, Adriane da Silveira
metadata.dc.contributor.referee2: Resende, Erika Crispim
metadata.dc.description.resumo: A química é de suma importância para o desenvolvimento científico-tecnológico, ela colabora para o alcance social, econômico e político. A sociedade e seus membros interagem com os saberes químicos por diversos meios, principalmente no meio acadêmico. Historicamente, a disciplina sofre repulsa por parte dos alunos, que se justifica por sua complexidade e dificuldade na apreensão dos conteúdos. Nas últimas décadas, tem sido realizadas reflexões e pesquisas objetivando novas estratégias que lidem com a dificuldade na aprendizagem, abordagens alternativas, (jogos, aulas práticas, visitas técnicas) para a mediação dos conhecimentos na disciplina. Os jogos podem criar condições para que o conhecimento seja consolidado, a utilização deste recurso permite o desenvolvimento do estudante sob a perspectiva criativa, afetiva, histórica, social e cultural. Jogando, o estudante exercita o plano imaginário, permitindo o desenvolvimento de capacidades de imaginar situações, representar papéis, seguir regras de conduta de sua cultura, entre outros. Este estudo objetivou a confecção e aplicação do jogo Dominó Orgânico para alunos do 3° Ano do ensino médio, como forma de avaliar a viabilidade dessa ferramenta no ambiente escolar. Após a aplicação do jogo, por meio de questionários, houve o levantamento de dados para avaliar a proposta, os dados foram tratados e avaliados,os resultados confirmaram ser uma proposta com satisfatória aceitação pelos alunos e que auxilia no sucesso do processo de ensino e aprendizagem. Sendo assim, é possível concluir que os jogos didáticos ou outras atividades que envolvam o ludismo devem ser utilizados no ambiente escolar, por alunos e professores, para facilitar a fixação de conteúdos.
Abstract: Chemistry is of paramount importance for scientific-technological development, it contributes to social, economic and political reach. Society and its members interact with chemical knowledge by various means, especially in academia. Historically, the discipline is repulsed by students, which is justified by its complexity and difficulty in grasping the contents. In the last decades, reflections and researches have been carried out aiming at new strategies that deal with learning difficulties, alternative approaches (games, practical classes, technical visits) for the mediation of knowledge in the discipline. Games can create conditions for knowledge to be consolidated, the use of this resource allows the development of the student from the creative, affective, historical, social and cultural perspective. Playing, the student exercises the imaginary plane, allowing the development of skills to imagine situations, play roles, follow rules of conduct of their culture, among others. This study aimed to make and apply the Organic Domino game for students of the 3rd year of high school, as a way to evaluate the viability of this tool in the school environment. After the application of the game, through questionnaires, data were collected to evaluate the proposal, the data were treated and evaluated, the results confirmed to be a proposal with satisfactory acceptance by the students and that helps in the success of the teaching and learning process. Thus, it is possible to conclude that educational games or other activities that involve playfulness should be used in the school environment by students and teachers, to facilitate the fixation of contents.
Keywords: Jogos didáticos
Educação
Ensino de química
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Iporá
Citation: ALMEIDA, H. W. S. Brincoquímica: uma ferramenta lúdico – pedagógica para o ensino de química orgânica. Universidade de Brasília, monografia de graduação. Brasília, 2012. ASTOLFI, J. P.; DEVELAY, M. A didática da ciência. Campinas: Papirus, 1995. BERGAMO, Química Encantada: Os jogos no ensino da Química. Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, monografia de graduação. Fortaleza, 2012. BORGES, A. A; SILVA, C. M. A Docência em Química: Um Estudo das Concepções dos Professores da Rede Pública de Formiga-MG. Periódicos, Vol. 6, N° 2, 2011. BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. v. 2, Brasília. MEC, 2008. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Brasília. MEC, 2000 CAMPOS, L. M. L.; BORTOLOTO, T.M; FELÍCIO, A. K. C. A produção de jogos didáticos para o ensino de Ciências e Biologia: uma proposta para favorecer a aprendizagem. Caderno dos núcleos de Ensino, Botucatu, p. 35-48, 2003. CASTRO, B. J; COSTA, P. C. F. Contribuições de um jogo didático para o processo de ensino e aprendizagem de Química no ensino fundamental segundo o contexto da Aprendizagem Significativa. Revista Electrónica de Investigación en Educación en Ciencias, Buenos Aires- AG, p. 25-37, 2011 CHASSOT, A.I. Catalisando transformações na educação. Ijuí, Ed. Unijuí, 1993. CHASSOT, A. Para Que(m) é Útil o Ensino? 2 ed. Canoas: Ulbra, 2004. CUNHA, M. B. Jogos no Ensino de Química: Considerações Teóricas para sua Utilização em Sala de Aula. Química Nova na Escola, Vol.34, N°2, Maio, 2012. DRIVER, R; et al. Construindo conhecimento cientifico em sala de aula. Química Nova na Escola, N°9, Maio, 1999. FOCETOLA, P. B. M; et al. Os Jogos Educacionais de Cartas como Estratégia de Ensino de Química. Química Nova na Escola, Vol.34, N°4, Novembro, 2012. FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila. HUIZINGA, J. Homo Ludens. São Paulo: Perspectiva, 1991. JANN, P. N.; LEITE, M. F. Jogo do DNA: um instrumento pedagógico para o ensino de ciências e biologia. Ciências & Cognição, v.15, n. 1, p. 282-293, 2010. LACERDA, P.L; & SILVA, A.C.R; & CLEOPHAS, M.G.P “Dominoando a Química”: Elaboração e Aplicação de um jogo como Recurso didático para o ensino de química. Atas do IX encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2013. LOPES, M. G. Jogos na educação: Criar, fazer, jogar. 6 ed. São Paulo: Editora Cortez, 2005. LÜDKE, M; ANDRÉ, M. E.D.A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. 2ª Edição. Rio de Janeiro: E.P.U., 2013 MEIRA, M. E. M. Desenvolvimento e aprendizagem: reflexões sobre as relações e implicações para a prática pedagógica. Revista Ciência e Educação, Bauru, v. 5, n. 2, 1998. MORTIMER, E. F. As Chamas e os Cristais Revisitados: estabelecendo diálogos entre a linguagem cotidiana no ensino das Ciências da natureza. Ensino de Química em Foco, 4°ed. UNIJUI, 2010. NEVES, J. L; Pesquisa Qualitativa – Características. Uso de Possibilidades. Caderno de pesquisas em administração, V. 1, N° 3. São Paulo, 1996. O. SANTOS; R. P. SILVA; D. ANDRADE; J. P. M. LIMA. Dificuldades e motivações de aprendizagem em Química de alunos do ensino médio investigadas em ações do (PIBID/UFS/Química). Vol. 9, num. 7, 2013. OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento, um processo sócio-histórico. 4. ed. São Paulo: Scipione, 1999. PAULA, Nanci Martins de. Crianças pequenas – dois anos- no ciberespaço: interatividade possível? 244f. 2009. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2009. PESSOA, M. A. O Lúdico enquanto ferramenta no Processo de Ensino - Aprendizagem. Universidade Federal Do Ceará – UFC, 2012. REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2000. ROCHA, M. F; et al. Jogos Didáticos no Ensino de Química. Universidade Federal Rio Grande do Norte UFRN, MOREIRA, 1999. SÁ, E. F.; PAULA, H. F.; LIMA, M. E. C. C.; AGUIAR, O. G. As características das atividades investigativas segundo tutores e coordenadores de um curso especialização em ensino de ciências. VII E Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VII ENPEC. Belo Horizonte - MG, p.01-13, 2007. SANTANA, E. M. O Uso do Jogo Autódromo Alquímico como mediador da aprendizagem no ensino de Química. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. SANTANA, E.M. A influência de atividades lúdicas na aprendizagem de conceitos químicos. Universidade de São Paulo, Instituto de Física - Programa de Pós-Graduação. SANTOS, W. L; et al. Química e Sociedade Ensinando Química pela Construção Contextualizada dos Conceitos Químicos. Ijuí, 2007. SANTOS, A. P. B; MICHEL, R. C. Vamos Jogar uma SueQuímica?. Química Nova na Escola, Vol. 31, N° 3, Agosto, 2009. SCAFI, S. H. F. Contextualização do Ensino de Química em uma Escola Militar.Química Nova na Escola, Vol. 32, N° 3, Agosto, 2010. SILVA, S. G. As Principais Dificuldades na Aprendizagem de Química Na Visão dos Alunos do Ensino Médio. IX Congresso de Iniciação Cientifica do IFGN, 2013. SILVA, T. P. A Utilização do Jogo Ludo Químico como Instrumento Motivador e Facilitador da Aprendizagem de Cinética Química na 2ª série do Ensino Médio do Colégio Estadual Professor José Abdalla. Universidade Estadual de Goiás, monografia de graduação. Anápolis, 2012. SOARES, M.H.F.B. Jogos e Atividades para o Ensino de Química. Goiânia: Kelps, 2013. VYGOTSKY, Lev S. A Formação Social da Mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 6ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002. VYGOTSKY, Lev S. A Formação Social da Mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 4ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1991.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/821
Issue Date: 4-Dec-2019
Appears in Collections:Licenciatura em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_ Jordanna Marra.pdf1,7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.