Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/79
metadata.dc.type: Dissertação
Title: GENÉTICA POPULACIONAL DE Gossypium hirsutum RAÇA MARIE GALANTE NO BRASIL SEGUNDO CONDIÇÕES DE ESTRESSE HÍDRICO E FERTILIDADE DO SOLO
metadata.dc.creator: Lima, Thiago Henrique de
metadata.dc.contributor.advisor1: Menezes, Ivandilson Pessoa Pinto de
metadata.dc.contributor.referee1: Menezes, Ivandilson Pessoa Pinto de
metadata.dc.contributor.referee2: Arruda, Alcione da Silva
metadata.dc.contributor.referee3: Silva, Anderson Rodrigo da
metadata.dc.description.resumo: O algodoeiro mocó (Gossypium hirsutum r. marie galante) representa uma importante fonte de variabilidade para o melhoramento genético do algodão comercial. A Embrapa tem realizado coletas e conservação de acessos deste tipo de algodoeiro, devido apresentarem ampla variação morfológica e tecnológica de fibra, que ainda é pouco explorada. Outro interesse por este algodoeiro é o seu bom desempenho no semiárido nordestino, o que nos faz acreditar que esta espécie tenha sido selecionada por condições adversas de solo e clima desenvolvendo genótipos superiores. A falta de dados organizados disponíveis dos acessos coletados deste tipo de algodoeiro resulta na pouca exploração de seu potencial genético. O objetivo deste trabalho foi caracterizar geneticamente acessos de algodoeiro mocó pertencentes ao germoplasma da Embrapa Algodão, utilizando marcadores de microssatélites, assim como a seleção de genótipos que possam ter maior tolerância a condições climáticas de seca e baixa fertilidade de solo. Utilizamos dados geográficos e sobre manutenção in situ de 331 plantas de algodoeiro do tipo mocó, das quais 280 foram genotipadas, sendo 254 encontradas em nove estados do Nordeste e os demais 26 em dois estados do Norte. Coleções temáticas (CTs) quanto a períodos de seca e baixa fertilidade de solo foram definidas com base nas coordenadas geográficas dos acessos e mapas interativos de climas e potencial agrícola do Brasil, obtidos no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Doze marcadores de microssatélites foram usados na genotipagem. A análise genética foi realizada com base no número de alelos por loco (A) e privativos, heterozigosidade esperada (HE) e observada (HO). A relação genética entre as coleções temáticas foi analisada através da distância genética (DG) de Rogers (modificada), além da estatística F de Wright para verificar estruturação genética. Sobre a manutenção in situ, as plantas de algodoeiro foram encontradas na maioria das vezes em propriedades rurais (65,3%). Considerando as áreas urbanas e rurais, 68,6% das plantas eram mantidas como plantas de quintais ou jardins. Obteve-se três coleções temáticas, sendo a de maior interesse a CT3 composta por indivíduos coletados em grandes períodos de seca e baixa fertilidade de solo. Foram detectados na amostra total 71 alelos, com uma média de 5.9 por loco, variando de 3 a 9. A média de HE por loco foi alta 0.53, entretanto HO foi baixa, 0.15, corroborando com alto índice de fixação, f = 0.72. Embora, tenha sido verificado que os três pools gênicos, representados pelas CTs, apresentaram baixa e significativa diferenciação genética (FST = 0.05, p < 0.05), a diversidade genética descritiva entre os grupos não foi estatisticamente diferente considerando o teste de Wilcoxon (p > 0.05). O valor de FST encontrado, corroborou com a baixa média de distância genética entre as coleções temáticas, 0.062. Apesar da baixa diferenciação genética entre regiões com diferentes períodos de seca e níveis de fertilidade de solo, o germoplasma apresenta similar e expressiva diversidade genética organizada em genótipos homozigotos. Assim, podendo ser aproveitada como fonte alélica em estudos de valoração para o uso em programas de melhoramento genético.
Abstract: The mocó cotton (Gossypium hirsutum r. marie galante) represents an important variability source for genetic breeding of commercial cotton. The Embrapa has been collecting and conservating accessions of this type of cotton, because they present a wide morphological and technological fiber variation, which is still little explored. Another interest in this cotton is its good performance in the northeastern semi-arid region, which makes us believe that this species has been selected by adverse soil and climate conditions developing superior genotypes. The lack of available organized data on the accesses collected from this type of cotton results in little exploration of its genetic potential. The objective of this work was to genetically characterize accessions of mocó cotton belonging to the Embrapa Cotton germplasm, using microsatellite markers, as well as the selection of genotypes that may have greater tolerance to dry climatic conditions and low soil fertility. We use geographic and maintenance in situ data of 331 plants of mocó cotton, of which 280 were genotyped, 254 were found in nine Northeastern states and the remaining 26 in two northern states. Thematic collections (TCs) for dry periods and low fertility were defined based on the geographical coordinates of the accessions and the interactive maps of Brazil climates and agricultural potential obtained from the website of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). Twelve microsatellite markers were used for genotyping. Genetic analysis was performed based on the number of alleles per locus (A) and private, expected (HE) and observed (HO) heterozygosity. The genetic relationship between the thematic collections was analyzed throught the genetic distance (GD) of Rogers (modified), besides the F statistic of Wright to verify genetic structuration. About in situ maintenance, the cotton plants were most found in farms (65,3%). Considering the urban and rural areas, 68,6% of the plants were kept as backyard or dooryard plants. There were three thematic collections, being of most interest the CT3, constituted by individuals collected in great periods of dry and low soil fertility. Were detected in the total sample 71 alleles, with an average of 5.9 per loco, ranging from 3 to 9. The mean HE per loco was high 0.53, however HO, was low, 0.15, corroborating with high fixation index, f = 0.72. Although it was verified that the three gene pools, represented by CTs, presented low and significant genetic differentiation (FST = 0.05, p < 0.05), the descriptive genetic diversity between the groups was not statistically different considering the Wilcoxon test (p > 0.05). The FST value corroborated with the low average genetic distance between the thematic collections, 0.062. Despite the low genetic differentiation between regions with different periods of dry and soil fertility levels, the germplasm presents a similar and expressive genetic diversity organized in homozygous genotypes. Thus, it can be used as an allelic source in valuation studies for use in breeding programs
Keywords: Algodoeiro mocó
Marcadores microssatélites
Diversidade genética
Pré-melhoramento
Coleções temáticas
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Urutaí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
Citation: LIMA, Thiago Henrique de. Genética populacional de Gossypium hirsutum raça marie galante no Brasil segundo condições de estresse hídrico e fertilidade do solo. 2017. 27 f. Dissertação (Mestrado em Proteção de Plantas)— Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí – GO, março de 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/79
Issue Date: 16-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Proteção de Plantas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THIAGO HENRIQUE_032017_Urutaí.pdf853,57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.