Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/608
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: PRODUTIVIDADE DA SOJA SOB A BIOMASSA DE FORRAGEIRAS EM SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA E DO MILHO
metadata.dc.creator: Assis, Luiz Felipe Aprígio de
metadata.dc.contributor.advisor1: Costa, Kátia Aparecida de Pinho
metadata.dc.contributor.referee1: Costa, Eduardo Severiano da
metadata.dc.contributor.referee2: Alves, José Milton
metadata.dc.description.resumo: Os sistemas integrados de produção agropecuária em plantio direto podem aumentar a eficiência do uso da terra e aumentar a receita da propriedade rural. Dentro dos sistemas, destaca-se a diversificação de forrageiras implantadas após a colheita da soja. Sendo assim, objetivou-se avaliar a produção, decomposição da biomassa, relação C:N e características agronômicas da soja sob a biomassa de forrageiras em sistema de integração lavoura pecuária em comparação àquela produzida em sucessão ao milho. O experimento foi conduzido no Instituto de Ciência e Tecnologia Comigo (ITC), em Rio Verde-GO. O experimento foi conduzido na safra 2018/2019, em delineamento experimental em blocos casualizados com quatro repetições. Os tratamentos consistiram de três sistemas de cultivo, sendo: integração lavoura pecuária com de duas forrageiras: capim-paiaguás (Brachiaria brizantha cv. BRS Paiaguás); capim-tamani (Panicum maximum cv. BRS Tamani) e milho em monocultivo. As forrageiras foram implantadas após a colheita da safra 2017/2018, em 28 de fevereiro de 2018 e a cultura do milho em 01 de março de 2018, utilizando o híbrido AG 7098 PRO2. Após o desenvolvimento das forrageiras, aos 84 dias após a semeadura, foram inseridos no sistema 20 bovinos para pastejo direto. Os animais permaneceram na área experimental de maio a agosto de 2018 e, posteriormente, as forrageiras ficaram em descanso para rebrota e formação de biomassa, para posterior plantio da soja. Já o milho foi colhido em agosto. Os resultados demostraram que o capim-paiaguás apresentou maior produção de biomassa. No entanto, o rendimento da soja foi maior na biomassa dos capins paiaguás e tamani. A diversificação das forrageiras em sucessão a soja em comparação ao cultivo do milho em monocultivo na segunda safra, mostrou-se como técnica de cultivo promissora, favorecendo o rendimento da soja e mantendo a sustentabilidade dos sistemas agrícolas.
Abstract: Integrated no-till farming systems can increase land use efficiency and increase farm income. Within the systems, we highlight the diversification of forages implanted after the soybean harvest. Thus, the objective of this study was to evaluate the production, biomass decomposition, C: N ratio and agronomic characteristics of soybean under forage biomass in a livestock crop integration system compared to that produced in succession to corn. The experiment was conducted at the Institute of Science and Technology with Me (ITC), in Rio Verde-GO. The experiment was conducted in the 2018/2019 crop, in a randomized complete block design with four replications. The treatments consisted of three cultivation systems, namely: integration of livestock with two forages: paiaguás grass (Brachiaria brizantha cv. BRS Paiaguás); Tamani grass (Panicum maximum cv. BRS Tamani) and maize in monoculture. The forages were planted after the 2017/2018 harvest on February 28, 2018 and the corn crop on March 1, 2018, using the hybrid AG 7098 PRO2. After the forage development, at 84 days after sowing, 20 cattle for direct grazing were inserted into the system. The animals remained in the experimental area from May to August 2018 and, subsequently, the forages were rested for regrowth and biomass formation, for subsequent soybean planting. Already the corn was harvested in August. The results showed that paiaguás grass presented higher biomass production. However, soybean yield was higher in paiaguás and tamani grass biomass. The diversification of forage crops in succession to soybean compared to corn cultivation in monoculture in the second crop proved to be a promising cultivation technique, favoring soybean yield and maintaining the sustainability of agricultural systems.
Keywords: Brachiaria brizantha cv. BRS Paiaguás, Panicum maximum cv. BRS Tamani, Glycine max, rendimento de grãos, sucessão, Zea mays
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::FORRAGICULTURA E PASTAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/608
Issue Date: 13-Sep-2019
Appears in Collections:Bacharelado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tcc_Luiz Felipe Aprígio de Assis.pdf1,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.