Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/381
metadata.dc.type: Dissertação
Title: INDUÇÃO DE RESISTÊNCIA A DOENÇAS NA CULTURA DO MILHO ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DE BIOFERTLIZANTES
metadata.dc.creator: Barbosa, Adriano
metadata.dc.contributor.advisor1: Curvelo, Carmen
metadata.dc.contributor.referee1: Pikart, Tiago
metadata.dc.contributor.referee2: Pereira, Alexandre
metadata.dc.description.resumo: Tendo em vista o aumento da incidência de doenças na cultura do milho nos últimos anos, umas das ferramentas utilizadas no manejo fitossanitário é a indução de resistência. O uso de biofertilizantes vem sendo uma solução viável de adubação orgânica que cada dia ganha mais espaço por adeptos não só da agricultura orgânica, mais também da agricultura convencional. O objetivo deste trabalho é avaliar a eficiência fitossanitária e econômica na indução de resistência a doenças na cultura do milho através da aplicação de biofertilizantes em diferentes doses associado ao manejo convencional na cultura do milho (Zea mays). O experimento foi conduzido na safra 2017/2018 no município de Urutaí – GO na área experimental do Pivô do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí. O delineamento foi em blocos ao acaso (DBC), contendo 6 tratamentos, sendo uma testemunha e com 3 repetições, distribuídos de acordo com sorteio a ser realizado para confecção do croqui. Foram realizadas pulverizações com o biofertilizante manualmente com a utilização de uma carriola pulverizador manual Knapik - pr20 com o tanque 20 litros, vazão de 120 litros/ha e pressão de 30 libras e foram realizadas aplicações foliares divididas em 1 a 5 aplicações de 10 litros/ha cada aplicação. As avaliações foram feitas a partir dos 60 dias após o plantio (DAP), com avaliações semanais divididas em 3 avaliações, sendo avaliadas da seguinte forma: serão tomadas cinco medidas representadas pelo número de plantas sintomáticas (sintoma de doenças) divididas pelo número total de plantas avaliadas (10 plantas). De acordo com os resultados obtidos, não houve diferença estatística, mais alguns dos dados obtidos apresentaram valores diferenciados em relação ao manejo aplicado quando procuramos a quantidade de aplicações a ser adotada, sendo que onde foram feitas 3 aplicações o resultado de produtividade teve o melhor resultado e o de severidade ao longo do manejo aplicado foi o tratamento 4 com um índice menor de infestação ao longo do experimento. Segundo os resultados obtidos o manejo com 3 aplicações acarreta em maior produtividade e o com 4 aplicações maior resistência a doenças como pode ser observado na Tabela 3 e na Figura 2.
Abstract: In view of the increased incidence of diseases in corn in recent years, one of the tools used in phytosanitary management is the induction of resistance. The use of biofertilizers has been a viable organic fertilizer solution that is gaining more space every day by not only organic farmers, but also conventional farmers.The objective of this work is to evaluate phytosanitary and economical efficiency in the induction of resistance to corn diseases through the application of biofertilizers in different doses associated to the conventional management in maize (Zea mays). The experiment was conducted in the 2017/2018 crop in the municipality of Urutaí - GO in the experimental area of the Pivot of the Goiano Federal Institute Campus Urutaí. The experimental design was a randomized block design (DBC), containing 6 treatments, one control and three replicates, distributed according to a draw to be made for the sketch. Sprays were sprayed with the biofertilizer manually using a Knapik - pr20 hand sprayer with 20 liters tank, flow rate of 120 liters / ha and pressure of 30 pounds and foliar applications divided into 1 to 5 applications of 10 liters / ha each application. The evaluations were made after 60 days after planting (DAP), with weekly evaluations divided into 3 evaluations, being evaluated as follows: five measures will be taken represented by the number of symptomatic plants (symptom of diseases) divided by the total number of evaluated plants (10 plants). According to the results obtained, there was no statistical difference, some of the data obtained presented different values in relation to the applied management when we looked for the number of applications to be adopted, where, where 3 applications were made, the productivity result had the best result and the severity along the applied management was the treatment 4 with a lower rate of infestation throughout the experiment. According to the results, the management with 3 applications leads to higher productivity and the 4 applications with higher resistance to diseases as can be observed in Table 3 and Figure 2.
Keywords: Bioestimulante
Zea mays
Fitossanidade
Indutor de resistência
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Urutaí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/381
Issue Date: 23-Nov-2018
Appears in Collections:Mestrado em Proteção de Plantas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
INDUÇÃO DE RESISTÊNCIA A DOENÇAS NA CULTURA DO MILHO ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DE BIOFERTLIZANTES..pdfDissertação_Adriano Martins Barbosa1,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.