Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/376
metadata.dc.type: Livro
Title: ENSINO DE LÍNGUAS: PRÁTICAS EM SALA DE AULA, DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI
Other Titles: Teaching of Languages: practices in the classroom, challenges for the 21st century
metadata.dc.creator: Silva, Cleber Cezar da
metadata.dc.description.resumo: O ensino de línguas (L1 e L2), é constante objeto de estudos. Vários eventos de pesquisa, bem como Programas de Pós-Graduação nas áreas de Linguística, Linguística Aplicada, Estudos da Linguagem e Educação têm apresentado pesquisa interessantes e que buscam envolver a prática docente e metodologias, auxiliando no processo ensino e aprendizagem do educando. Nesta publicação reunimos dez trabalhos sobre a temática do ensino de línguas (L1 e L2), envolvendo práticas docentes, já que o professor tem grandes desafios de ensinar tanto a língua materna como a estrangeira no século XXI, com vistas do grande acúmulo de informações e as novas tecnologias que soterram o cotidiano dos discentes. Para ocorrer um efetivo aprendizado de línguas, a leitura é o principal caminho, desta forma, os pesquisadores Neire Márzia Rincon e Cleber Cezar da Silva, trazem no capítulo I, A leitura literária como instrumento de transformação no Ensino Médio, destaca-se que um dos maiores desafios enfrentados pelos professores para a formação de leitores é integrar o hábito da leitura literária em sala de aula. E, com a finalidade de ressignificar o olhar dos alunos do Ensino Médio para a literatura, apresentam no texto uma experiência realizada com uma turma da 3ª série do Ensino Médio, de uma escola pública estadual na cidade de Pires do Rio-GO, que vivenciou a leitura literária - 10 - como instrumento de transformação do ser humano por meio da interação com autores da segunda geração modernista brasileira. Para tanto, a entrevista (gênero textual não usual nas aulas de literatura) foi a metodologia utilizada para estreitar o contato com o texto literário e suas nuances, posto que os alunos foram desafiados a ler diversos poemas de Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Morais e Cecília Meireles e, ao mesmo tempo, compor uma entrevista com eles, cujas respostas às perguntas eram trechos dos poemas dos próprios autores. Apesar das dificuldades iniciais, a experiência despertou-lhes para a importância da leitura literária na formação acadêmica e na vida, pois amplia as possibilidades de conhecimento e proporciona viajar pelas “veredas” do texto. É processual a interação discente para uma aprendizagem significativa, e no capítulo II, O debate público regrado na escola: um estudo de caso, das autoras Huanna Sperb e Luane Vitorino, o texto situa-se em uma concepção interacionista de aprendizagem e tem como objetivo comparar a construção argumentativa em duas produções do gênero debate regrado. Para isso, o embasamento teórico fundamenta-se nas teorias da Linguística Textual, tendo como base Koch (1993), Marcuschi (2000), bem como nas teorias de ensinoaprendizagem da argumentação, com Crescitelli e Reis (2011), Leitão (2014) e Dolz e Schneuwly, (2004). A metodologia é comparativa, de modo que contraponha dois debates para, assim, analisar possíveis avanços. Os resultados da pesquisa, obtidos até o momento, - 11 - demonstram um tímido progresso em relação à competência argumentativa dos discentes. Discutir a temática da interculturalidade no ensino de espanhol como língua estrangeira é o que Nathan Bastos de Souza, apresenta do capítulo III, A questão da interculturalidade no ensino de espanhol: uma reflexão que vai dos documentos oficiais à prática, que está dividido em três seções, quais sejam, a primeira trata da cultura, da interculturalidade e de outras derivações terminológicas; a segunda seção é dedicada à revisão dos principais documentos oficiais brasileiros que regulamentam o ensino de línguas no ensino básico e observar neles como o tema ora abordado é tratado; a terceira seção é dedicada a um exemplo de prática em que descreve uma sequência didática aplicada à sala de aula em que a perspectiva é levada a cabo. A autora Danielle Scheffelmeier Mei, no capítulo IV, traz a temática, Rodas de conversa na disciplina de Comunicação Empresarial em Língua Inglesa, com o objetivo de descrever atividades realizadas na disciplina de Comunicação Empresarial em Língua Inglesa para o nível de aprendizagem. A fim de trabalhar com questões relacionadas ao mundo do trabalho e carreira, de acordo com a autora os estudantes participaram de rodas de conversa com profissionais atuantes no mercado. Com isso, eles conseguem desenvolver habilidades como relacionamento interpessoal e o aprendizado se dá por meio do diálogo e da conversa. Ao buscar profissionais do mercado para interferir nas aulas, a ideia é que os - 12 - estudantes entrem em contato com novas realidades e experiências, o que favorece também o processo de ensino e aprendizagem, já que eles participam de conversas e dinâmicas diferenciadas das que estão acostumados em sala de aula. No capítulo V, Ideologia entre os murros da escola: um olhar sociossemiótico, José Elenito Teixeira Morais e Cláudio Márcio do Carmo, faz uma análise do filme Entre os muros da escola (2008), dirigido por Laurent Cantet. O objetivo do texto foi produzir uma análise sociossemiótica do supracitado filme, fundamentada na teoria telefílmica de Rick Iedema, de forma a evidenciar aspectos ideológicos presentes no ambiente escolar a partir do imbricamento entre os códigos verbal e não verbal que compõem as cenas. As cenas foram recortadas tendo como base dois critérios: (1) o ensino-aprendizagem de um conteúdo curricular relativo à língua francesa, especificamente o uso do imperfeito do indicativo; e (2) a imprevisibilidade do resultado do processo formativo oriunda dos conflitos socioculturais que perpassam o cotidiano escolar, nem sempre considerados devido a um posicionamento utilitarista da educação linguística. A aquisição de línguas estrangeiras e as dificuldades em assimilar alguns pontos específicos são elementos que vêm sendo pesquisados e configuram-se motivos de indagação de muitos linguistas. Ao observar aspectos como a interferência, a interlíngua, a fossilização, e o estrangeirismo, de acordo com Maia (2009), Almeida (2001), Gass e Selinker (1983), dentre outros, é possível perceber que - 13 - tais aspectos podem influenciar na compreensão de uma L2. Nesse contexto, Maykon da Silva Fernandes e Ana Carolina Dias da Costa, buscou no capítulo VI, A interferência léxico-semântica suas implicações e desafios no ensino e aprendizagem de inglês, com base em pesquisas aplicadas já realizadas nessas áreas, relacionadas às principais dificuldades enfrentadas pelos aprendizes de línguas e suas possíveis implicações em sala de aula. Para tal, ou autores fundamentaram-se nas pesquisas de Maia (2009) e de Tomé, Sousa e Faleiros (2010) sobre interferência, interlíngua e tipos de erro durante a aquisição de L2, como também em Fonseca (2014) sobre a interferência léxico-semântica. Buscaram refletir acerca desses resultados e propor uma pesquisa que busque possíveis respostas para questionamentos levantados no percurso de suas leituras. A sala de aula é um espaço de conhecimento e formação do indivíduo, e a metodologia e suas ferramentas é que garantem o efetivo aprendizado, nesse construto os autores Olga Matias Teles Honorato e Cleber Cezar da Silva, trazem no capítulo VII, A música como ferramenta pedagógica no Ensino de Língua Portuguesa, com objetivo de apresentar e discutir a música como ferramenta pedagógica, bem como observar a relevância do ensino de Língua Portuguesa e o papel do professor. Conceituar a música é de fundamental importância, pois ela é um gênero textual, e consigo traz todo um suporte ao ensino. As bases teóricas que sustentam a discussão vão desde a LDB, os PCN’s e pesquisadores que desenvolvem - 14 - estudos na área. A metodologia é uma pesquisa-ação, com auxílio da sequência didática de Dolz e Schneuwly (2004), para a execução das atividades. Ao utilizar, a música como estímulo facilitador da aprendizagem, uma ferramenta pedagógica capaz de inserir conhecimento escolar e prática na vivência do educando, além de potencializar emoções internas influentes no desenvolvimento humano. A autora Rosimeire Gonçalves, no capítulo VIII, A Cor da Ternura e Gosto de África, práticas de leitura literária afro-brasileira, discute a temática da construção de identidade do jovem negro, por meio de um olhar da leitura de obras literárias que permeiam o cotidiano da escola pública, “Colégio Estadual José Goiás Brasil” em turmas do 6º e 8º Ano, refletindo sobre a importância da literatura afro-brasileira. Abordando as relações entre literatura infanto-juvenil e processos identitários no que diz respeito às relações étnico-raciais, tendo como norteadora a publicação da Lei n°. 10.639/03 que institui a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana no currículo escolar da Educação Básica. As obras literárias trabalhadas foram: “A Cor da Ternura” de Geni Guimarães, e “Gosto de África: histórias de lá e de cá”, de Joel Rufino. Neste contexto, são valorizados o histórico da cultura afro, o legado africano e a estética negra enquanto formadora de identidade. Com o processo de globalização, as novas tecnologias soterraram a vida cotidiana, não deixando de fora o espaço escolar, - 15 - assim, o pesquisador Cleber Cezar da Silva, no capítulo IX, O ensino de Língua Espanhola mediato por uma ferramenta tecnológica “blog”, por meio de uma pesquisa-ção, tem como objetivo fazer uso do blog como uma ferramenta de aprendizagem, a fim de conduzir o aluno a conhecer a história e cultura de quatorze países hispanohablantes. O arcabouço teórico da pesquisa em relação a Novas Tecnologias e Educação, foram: Kenski (2006), Leite; Sampaio (2002), Masetto (2000) e Pallof; Pratt (2002). E, Marcuschi (2005) orienta com os gêneros virtuais. Já, Silva; Cavalcante (2009) e Oliveira; Cardoso (2009), quanto ao uso do blog, como ferramenta de aprendizagem. No decorrer, através de questionário e observação in loco, o pesquisador se ateve na execução da atividade e resultados esperados, e observou que é possível acontecer o aprendizado colaborativo e através da interação ocorrer o desenvolvimento do educando, desencadeando em outros aprendizados. O ensino de Língua Portuguesa se apresenta como um desafio para professores, principalmente no tocante à apresentação de propostas relevantes para a construção do conhecimento da língua, no capítulo X, Ensino de Língua Portuguesa: Uma proposta para o trabalho com gêneros discursivos, a autora Paula Márcia Lázaro da Silva, apresenta uma proposta para o trabalho com gêneros discursivos: a sequência didática (DOLZ, NOVERRAZ e SCHNEUWLY, 2004), que pode funcionar como instrumento facilitador do ensino da língua, na medida em que propicia ações que priorizem a construção - 16 - do conhecimento e a apropriação da linguagem e se baseia nos conhecimentos prévios dos alunos. Além dos autores supracitados, a autora embasa seu estudo nas orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa (BRASIL, 1998) e na concepção bakhtiniana de gêneros discursivos (BAKTHIN, 2011). Com o que exposto, esperamos que a leitura deste livro possa colaborar para ampliar a produção do conhecimento sobre o ensino de línguas e os desafios que o professor tem nesse século, bem como, estimular na execução de práticas pedagógicas exitosas e inspirar novos estudos e pesquisas futuras nesta temática. Cleber Cezar da Silva Neire Márzia Rincon Paula Márcia Lázaro da Silva
Abstract: Language teaching (L1 and L2) is a constant subject of studies. Various research events as well as Graduate Programs in the areas of Linguistics, Applied Linguistics, Language Studies and Education have presented interesting research and who seek involve the teaching practice and methodologies, assisting in the teaching and learning. In this publication we have gathered ten papers on the theme of language teaching (L1 and L2), involving teaching practices, since the teacher has great challenges teaching both the mother tongue foreigners in the 21st century, with a view to the great accumulation of information and the new technologies that bury the daily lives of students.
Keywords: Linguagem
Línguas – Estudo e ensino
Languages ​​- Study and teaching
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituição extra IF Goiano
metadata.dc.publisher.initials: Instituição extra IF Goiano
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.identifier.doi: Mares Editora
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/376
Appears in Collections:E-books publicados em outras editoras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livro_Ensino de Línguas Cleber.pdf2,71 MBAdobe PDFView/Open
TCAE - Termo de autorização Cleber.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.