Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/308
metadata.dc.type: Dissertação
Title: ALTERNATIVAS DE CONTROLE DE CAPIM AMARGOSO E USO DE PLANTAS DE COBERTURA PARA O MANEJO DE PLANTAS DANINHAS EM ÁREAS DE PLANTIO DIRETO
metadata.dc.creator: Guimarães, Juliana Lourenço Nunes
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Marco Antonio Moreira de
metadata.dc.contributor.referee1: Freitas, Marco Antonio Moreira de
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Anderson Rodrigo da
metadata.dc.contributor.referee3: Lima, Diego Tolentino de
metadata.dc.description.resumo: A integração de estratégias de manejo é muito importante no caso de plantas daninhas de difícil controle, como a Digitaria insularis. A utilização de plantas de cobertura na entressafra aliada ao manejo químico pode diminuir os problemas com plantas resistentes a herbicidas. Objetivou-se nestes trabalhos avaliar a eficiência da aplicação de diferentes herbicidas para controle de Digitaria insularis perenizada, com ou sem roçada mecânica e avaliar o efeito do cultivo de combinações de plantas de cobertura durante a entressafra na supressão de plantas daninhas em áreas de plantio direto. Para tal foram conduzidos dois experimentos; O primeiro conduzido no IF Goiano Campus Urutaí, Goiás, em esquema fatorial 4x2, composto por: Glyphosate 1.440 g. e.a. ha-1, Cletodim 108 g i.a. ha-1 e Haloxifop-p-methyl 62,35 g. i.a. ha-1 e uma testemunha sem aplicação e dois manejos do capim (presença e ausência de roçada), num delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições, sendo cada unidade experimental representada por um vaso com 12 L de capacidade. Os tratamentos do capim não roçado foram aplicados aos 120 dias após o transplantio e o capim foi roçado aos 90 dias após o transplantio, com aplicação dos herbicidas após 40 dias após a roçada, na rebrota. Foram realizadas avaliações visuais de fitointoxicação em cinco épocas até os 42 dias após a aplicação dos herbicidas (DAA), sendo coletada a parte aérea das plantas nesta última época de avaliação para determinação da matéria seca. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste LSD de Fisher para comparações entre médias, a 5% de probabilidade. O segundo experimento foi conduzido na Embrapa Arroz e Feijão, onde foram cultivadas diferentes combinações de plantas de cobertura na entressafra de produção de grãos, para avaliação da supressão de plantas daninhas. Os tratamentos foram: Pousio (testemunha), Milheto + Crotalária, Milheto + Guandu, Milheto + Ruziziensis, Milheto + Ruziziensis + Guandu e Milheto + Trigo mourisco. A identificação das plantas daninhas e determinação da densidade de infestação e produção de matéria seca da parte aérea foram realizadas aos 30 e 75 dias após a semeadura das plantas de cobertura. Os dados de infestação total de plantas daninhas e de densidade das principais espécies na área foram submetidos a análise de deviance a partir do modelo linear generalizado Poisson e binomial, respectivamente. As médias dos tratamentos de infestação total e de densidade das principais espécies foram comparadas a partir de intervalos de 95% de confiança com distribuição Poisson e binomial, respectivamente. Para os dados de matéria seca das plantas daninhas foram submetidos à análise de variância com parcelas subdivididas no tempo e teste LSD de Fisher, a 5% de probabilidade. No experimento de manejo de controle de D. insularis os herbicidas não proporcionaram controle das plantas não roçadas, com fitointoxicação abaixo de 7,6%. O manejo de roçada seguido pela aplicação dos herbicidas proporcionou controle significativo do capim, com fitointoxicação de 82%, 59% e 64% para os herbicidas Glyphosate, Cletodim e Haloxyfop-p-methyl, respectivamente, mas sem provocar a morte das plantas, se mostrando como alternativa viável a integração do método do controle mecânico seguido pelo controle químico para aumento da eficácia no manejo de capim amargoso em áreas com alto índice de infestação. Já para o experimento com plantas de cobertura, observou-se efeito na redução da densidade e na produção de matéria seca das plantas daninhas, em comparação com a área em pousio.
Abstract: The integration of management strategies is very important in the case of difficult-tocontrol weeds, such as Digitaria insularis. The use of cover crops in the dry season combined with chemical management may reduce problems with herbicide resistant plants. The objective of this work was to evaluate the efficiency of the application of different herbicides for the control of perennial Digitaria insularis, with or without mechanical mowing, and to evaluate the effect of the cultivation of cover crop combinations during off-season on weed suppression in no-till areas. For this, two experiments were conducted; The first one conducted at the Goiano Campus Urutaí IF, Goiás, in a 4x2 factorial scheme, composed of: Glyphosate 1,440 g. e.a. ha-1, Cletodim 108 g i.a. ha-1 and Haloxyfop-p-methyl 62.35 g. i.a. ha-1 and a control without application and two grass management (presence and absence of mowing), in a completely randomized experimental design with four replicates, each experimental unit represented by a vessel with 12 L of capacity. The unriped grass treatments were applied at 120 days after transplanting and the grass was harvested at 90 days after transplanting, with herbicide application after 40 days after mowing, at regrowth. Visual evaluations of phytointoxication were carried out in five seasons until 42 days after herbicide application (DAA), and the aerial part of the plants was collected in the last evaluation period to determine the dry matter. Data were submitted to analysis of variance and Fisher's LSD test for comparisons between means, at 5% probability. The second experiment was conducted at Embrapa Arroz e Feijão, where different combinations of cover crops were cultivated in the no-till cropping season to evaluate weed suppression. The treatments were: Pousio (control), Milheto + Crotalaria, Milheto + Guandu, Milheto + Ruziziensis, Milheto + Ruziziensis + Guandu and Milheto + Buckwheat. Weed identification and determination of infestation density and shoot dry matter production were performed at 30 and 75 days after sowing of cover plants. The total weed infestation and density data of the main species in the area were submitted to deviance analysis from the generalized Poisson and binomial linear model, respectively. The means of total infestation and density treatments of the main species were compared from the 95% confidence intervals with Poisson and binomial distribution, respectively. For the dry matter data of the weeds were submitted to analysis of variance with plots subdivided in time and Fisher's LSD test, at 5% probability. In the control experiment of D. insularis the herbicides did not provide control of the unrooted plants, with phytotoxication below 7.6%. The herbicide application of Glyphosate, Cletodim and Haloxyfop-p-methyl herbicides resulted in a significant control of the grass, with 82%, 59% and 64% phytotoxification, respectively, but without causing the plants to die. showing as feasible alternative the integration of the mechanical control method followed by the chemical control to increase the efficiency in the management sourgrass in areas with high infestation index. For the experiment with cover plants, we observed an effect on the reduction of density and dry matter production of weeds compared to the fallow area.
Keywords: D. insularis
plantas daninhas
resistência
herbicidas
manejo integrado
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Urutaí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/308
Issue Date: 29-Jul-2019
Appears in Collections:Mestrado em Proteção de Plantas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Proteção de plantas_Juliana Lourenço Nunes Guimarães.pdf690,87 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.