Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2722
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: NEUROCIÊNCIA E O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
metadata.dc.creator: Borges, Letícia
metadata.dc.contributor.advisor1: Mariano, Sangelita
metadata.dc.contributor.referee1: Lima, Michelle
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Lorrane
metadata.dc.description.resumo: A neurociência vem como um auxiliador para os professores no processo de alfabetização, pois se ocupa em entender a aprendizagem partindo de comportamentos e de equipamentos médicos hospitalares que permitem observar o cérebro durante o funcionamento e assim consegue interpretar as alterações, visando sempre ao desenvolvimento da criança. Este estudo teórico visa a discorrer sobre como a neurociência ajuda os professores no ensino e aprendizagem durante o processo de alfabetização na perspectiva da memória, atenção e meio social. A neurociência não vai fornecer estratégias de ensino ao professor, mas sim ajudá-lo a compreender como a criança aprende e se desenvolve. Dessa forma, os educadores poderão utilizar esse conhecimento para adequar seus métodos de ensino, considerando o funcionamento neural. O cérebro é o órgão responsável pelas funções corporais e mentais, sendo que as funções cerebrais supremas como raciocinar, memorizar e atentar-se são importantes no processo de alfabetização. Nesse sentido, a aprendizagem e o desenvolvimento são associados às funções mentais, e a neurociência irá mostrar a importância da emoção, afetividade, motivação, atenção e influência no meio social, inclusive a relevância da memória. A alfabetização é um processo delicado que exige um maior comprometimento do professor com seu aluno e, apesar de a maioria dos professores se comprometerem, existe um alto índice de situações de fracasso escolar resultantes de deficiências durante o processo de alfabetização, fato que a neurociência confirma. Portanto, compreendemos que pensar no processo de alfabetização da criança impacta diretamente na constituição social e na qualidade de vida, no índice de desenvolvimento humano da sociedade. Nessa perspectiva, acreditamos que a neurociência pode auxiliar o desenvolvimento no processo de alfabetização, com a melhoria do índice de desenvolvimento humano, que está relacionado diretamente aos processos de economia do país. Dessa forma, o presente trabalho tem como metodologia a bibliográfica e qualitativa.
Abstract: Neuroscience comes as an aid for teachers in the literacy process, as it is concerned with understanding learning based on behaviors and hospital medical equipment that allow the observation of the brain during its functioning and thus manages to interpret the changes, always aiming at the child's development. This theoretical study aims to discuss how neuroscience helps teachers in teaching and learning during the literacy process from the perspective of memory, attention and social environment. Neuroscience will not provide the teacher with teaching strategies, but will help him to understand how the child learns and develops. In this way, educators will be able to use this knowledge to adapt their teaching methods, considering neural functioning. The brain is the organ responsible for bodily and mental functions, and the supreme brain functions such as reasoning, memorizing and paying attention are important in the literacy process. In this sense, learning and development are associated with mental functions, and neuroscience will show the importance of emotion, affectivity, motivation, attention and influence in the social environment, including the relevance of memory. Literacy is a delicate process that requires a greater commitment from the teacher to his student and, although most teachers are committed, there is a high rate of situations of school failure resulting from deficiencies during the literacy process, a fact that neuroscience confirms. Therefore, we understand that thinking about the child's literacy process has a direct impact on the social constitution and quality of life, on the human development index of society. From this perspective, we believe that neuroscience can help development in the literacy process, with the improvement of the human development index, which is directly related to the country's economic processes. Thus, the present work has a bibliographic and qualitative methodology.
Keywords: Alfabetização. Memória. Neurociência. Aprendizagem.
Literacy. Memory. Neuroscience. Learning.
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS
CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Morrinhos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2722
Issue Date: 31-Aug-2022
Appears in Collections:Licenciatura em Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_LETÍCIA CORRÊA ...pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.