Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1521
metadata.dc.type: Dissertação
Title: PRODUÇÃO DE MILHO E DE Urochloa ruziziensis EM CONSÓRCIO E DO FEIJÃO-CAUPI CULTIVADO EM SUCESSÃO
Other Titles: PRODUCTION OF CORN AND Urochloa ruziziensis IN CONSORTIUM AND SUCCESSION GROWED CAUPI BEANS
metadata.dc.creator: Marques, F. P.
metadata.dc.contributor.advisor1: Jakelaitis, A.
metadata.dc.contributor.referee1: Teixeira, M. B.
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, S. F.
metadata.dc.description.resumo: Atualmente, na agricultura brasileira tem sido empregado o uso de sistemas de cultivos integrados, especialmente em relação à cultura do milho, utilizando espécies forrageiras consorciadas para produção de palhada e o manejo de plantas espontâneas. Objetivou-se nesta pesquisa avaliar o desempenho de milho em consórcio com Urochloa ruziziensis, tratadas ou não com subdose do herbicida glifosato em sistema de plantio direto (SPD) e convencional (SPC) (ensaio 1 e 2) e o desempenho da cultura do feijão-caupi cultivada em sucessão ao consórcio milho com U. ruziziensis (ensaio 3). O delineamento utilizado nos ensaios foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. No ensaio 1 e 2, adotou-se o esquema de parcelas subdivididas (3x4), com os tratamentos principais formados por três sistemas de cultivo: monocultivo do milho, consórcio sem uso de glifosato e consórcio tratado com subdose (50 g ha-1 e 55 g ha-1) de glifosato. Já os tratamentos secundários constaram das épocas de avaliação, sendo feitas no dia da aplicação dos tratamentos, aos 15 dias após a aplicação (DAA) dos tratamentos, no florescimento do milho e na fase de colheita da silagem. Os resultados obtidos mostram que o controle de plantas daninhas foi mais efetivo no monocultivo de milho devido ao uso da maior dose de glifosato utilizada. E, tanto em SPD quanto SPC, a U. ruziziensis em consórcio com o milho, com e sem a aplicação de subdose de glifosato, não interferiu na produção de milho. O glifosato suprimiu o crescimento de U. ruziziensis. O ensaio 3 consistiu no consórcio entre milho e a forrageira em arranjo fatorial 2x3+1, sendo que o primeiro fator constou da aplicação ou não do herbicida glifosato (55 g ha-1) e o segundo fator das densidades de semeadura da forrageira (10, 12,5 e 15 kg ha-1), mais o monocultivo de milho. No cultivo do feijão-caupi adotou a estrutura anterior das palhadas remanescentes em parcelas subdivididas com a aplicação de herbicidas em pós-emergência do feijão-caupi. Os resultados observados no consórcio demonstram que U. ruziziensis independente das taxas de semeadura ou do seu manejo com glifosato, contribui para a redução da infestação de plantas daninhas. O herbicida glifosato reduziu a produção da forrageira. A palhada remanescente destes tratamentos não suprimiu a infestação de plantas daninhas na cultura do feijão. A produção tanto do feijão em sucessão quanto do milho consorciado não foi afetada pelos tratamentos sob as diferentes taxas de semeadura. PALAVRAS-CHAVE: Herbicida, Vigna unguiculata, taxa de semeadura.
Abstract: Currently in Brazilian agriculture, the use of integrated cropping systems has been used, especially in relation to the corn crop intercropped with forage species to produce straw and weed control. The objective of this research was to evaluate the performance of corn in intercropping with Urochloa ruziziensis, treated or not with sub-dose of the herbicide glyphosate in no (SPD) and conventional tillage (SPC) (trial 1), as well as the performance of cowpea crop grown in succession to the intercropped corn and U. ruziziensis (trial 2). The design used in both trials was randomized blocks, with four replications. Trial 1 in SPD and SPC adopted the subdivided plot scheme (3x4), with the main treatments formed by three cultivation systems: monoculture of corn, consortium without glyphosate and consortium treated with subdose (50 g ha-1) of glyphosate. The secondary treatments consisted of the evaluation periods, being made on the day of treatments application, at 15 days after treatments application (DAA), in corn flowering and in the silage harvest. The results obtained show that the weed control was more effective in the monoculture of corn and is associated with the highest dose of glyphosate used. And, both in SPD and SPC, U. ruziziensis in consortium with corn, with and without the glyphosate subdose application, did not interfere in corn production. However, glyphosate suppressed the growth of U. ruziziensis. In trial 2, the 2x3+1 factorial arrangement was adopted in the consortium between corn and forage, the first factor being the application or not of glyphosate herbicide (55 g ha-1) and the second factor was the forage sowing rates (10, 12.5 and 15 kg ha-1), plus the corn monoculture. In the cowpea cultivation, it was adopted the previous structure of the remaining straws in plots subdivided with the herbicides application in post-emergence (imazamoxi + bentazon + fluazifop) of cowpea. The results observed in the consortium show that U. ruziziensis, regardless of sowing rates or its management with glyphosate, contributes to the reduction of weed infestation. The glyphosate herbicide reduced forage production. The remaining straw from these treatments did not suppress weed infestation in the cowpea crop. The production of both, cowpea and corn, was not affected by treatments. KEY WORDS: Herbicide, Vigna unguiculata, seeding rate.
Keywords: Urochloa ruziziensis
feijão-caupi
milho
consorcio
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias – Agronomia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1521
Issue Date: 27-Nov-2020
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Agrárias - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Fernanda Pereira Marques.pdfDissertação2,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.