Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1257
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O QUE AS PROPAGANDAS AMBIENTAIS FALAM E COMO O PÚBLICO AS COMPREENDEM?
metadata.dc.creator: Campos, Natália Aparecida
metadata.dc.contributor.advisor1: Rodrigues, Aline Sueli de Lima
metadata.dc.contributor.advisor2: Malafaia, Guilherme
metadata.dc.contributor.referee1: Rodrigues, Aline Sueli de Lima
metadata.dc.contributor.referee2: Malafaia, Guilherme
metadata.dc.contributor.referee3: Gadelha, André Bonadias
metadata.dc.contributor.referee4: Ribeiro, Cristiane Maria
metadata.dc.description.resumo: Considerando a problemática ambiental que permeia nosso cotidiano, diferentes estratégias para amenizar, remediar ou evitar seu agravamento têm sido utilizadas por instituições, organizações, governos, mídias, dentre outras. Uma dessas estratégias refere-se à realização de campanhas publicitárias ambientais, as quais se utilizam de propagandas criativas e chamativas como parte das estratégias de comunicação ambiental, incorporando atividades voltadas para a divulgação/promoção da causa ambiental. Entretanto, inexiste estudos que tenham avaliado o quanto essas campanhas são eficientes em relação às suas aspirações, a reação do público frente às estratégias de marketing utilizadas nessas propagadas e como as pessoas as interpretam/compreendem. Assim, inspirados nessas lacunas do conhecimento, realizamos uma avaliação sistêmica de diferentes propagandas ambientais (difundidas ou não no âmbito de campanhas publicitárias), com foco em suas características linguísticas e de conteúdo específico, reatividade emocional induzida nas pessoas e o entendimento/compreensão das propagandas pelo público alvo. Para isso, 367 propagandas foram avaliadas e 350 voluntários responderam a um questionário online, o qual permitiu avaliar as reações dos indivíduos frente à algumas propagandas pré-selecionadas e sobre como eles as interpretam/compreendem. Nossos dados, relevam uma grande diversidade de propagandas, cujas características provocam diferentes reações no público, cuja estrutura linguística pode facilitar ou dificultar sua compreensão e entendimento de seus objetivos implícitos. Observamos que as propagandas que exploram imagens fortes despertam sentimentos melancólicos e de medo nas pessoas. Já aquelas que utilizam de recursos linguísticos subjetivos ou mais robustos – que demanda conhecimentos prévios do público – não facilitam sua compreensão pelo público. Por outro lado, aquelas que exploram a problemática de forma mais amena e criativa, podem despertar maior interesse do público para as questões ambientais. Até onde vai nosso conhecimento, esse é o primeiro estudo dedicado a realizar uma avaliação ampla de propagandas ambientais difundidas no mundo inteiro, indicando o quão as propagandas podem colaborar com os processos de educação, sensibilização e conscientização ambiental, além de maior engajamento da população em prol da causa ambiental.
Abstract: Considering the environmental problem that permeates our daily lives, different strategies to mitigate, remedy or prevent its aggravation have been used by institutions, organizations, governments, media, among others. One of these strategies refers to the performance of environmental advertising campaigns, which use creative and eye-catching advertisements as part of environmental communication strategies, incorporating activities aimed at the dissemination/promotion of the environmental cause. However, there are no studies that have evaluated how efficient these campaigns are in relation to their aspirations, the public's reaction to the marketing strategies used in these advertisements and how people interpret/understand them. Thus, inspired by these knowledge gaps, we carry out a systemic assessment of different environmental advertisements (whether or not disseminated within the scope of advertising campaigns), focusing on their linguistic characteristics and specific content, emotional reactivity induced in people and the understanding of advertisements by the target audience. For this, 367 advertisements were evaluated and 350 volunteers responded to an online questionnaire, which allowed the evaluation of the individuals' reactions to some pre-selected advertisements and how they interpret/understand them. Our data reveal a great diversity of advertisements, whose characteristics provoke different reactions in the public, whose linguistic structure can facilitate or hinder their understanding and understanding of their implicit objectives. We observed that advertisements that exploit strong images arouse melancholic and fearful feelings in people. Those who use subjective or more robust linguistic resources - which require prior knowledge from the public - do not facilitate their understanding by the public. On the other hand, those who explore the issue in a more pleasant and creative way, can arouse greater public interest in environmental issues. As far as our knowledge goes, this is the first study dedicated to conducting a comprehensive assessment of environmental advertisements spread around the world, indicating how the advertisements can collaborate with the processes of environmental education, awareness and awareness, in addition to greater engagement of the population in for the environmental cause.
Keywords: Comunicação social.
Psicologia da conservação.
Publicidade ambiental.
Biodiversidade.
Conservação ambiental.
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Urutaí
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Conservação de Recursos Naturais do Cerrado
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1257
Issue Date: 30-Mar-2020
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Conservação dos Recursos Naturais do Cerrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Natalia_Aparecida_Campos_c.pdfDissertação Natália Aparecida Campos4,87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.