Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/96
metadata.dc.type: Dissertação
Title: QUALIDADE PÓS COLHEITA DE CARURU EM RESPOSTA AO TEMPO DE HIDRORESFRIAMENTO
Other Titles: Postharvest quality of caruru as response to hydrocooling time.
metadata.dc.creator: Silva, Katrine Assunção de Lima
metadata.dc.contributor.advisor1: Megguer, Clarice Aparecida
metadata.dc.contributor.referee1: Megguer, Clarice Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Becker, Fernanda Salamoni
metadata.dc.contributor.referee3: Madeira, Nuno Rodrigo
metadata.dc.description.resumo: O caruru tem origem na América tropical e subtropical, tem a designação comum para as plantas do gênero Amaranthus e nomes comuns como caruru-de-porco e bredo. É descrito como uma hortaliça não convencional passível de ser incluída na alimentação humana. O caruru é uma hortaliça altamente perecível e a utilização de temperatura ótima de armazenamento, o mais rápido possível, permite maior qualidade e vida útil pós colheita. Objetivou-se com este trabalho testar a viabilidade do hidroresfriamento em diferentes tempos de imersão (imediato, 5, 10, 15 e 20 minutos) em espécies de caruru como uma maneira de aplicação prática e imediata para redução de perdas pós colheita. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualisado, com quatro repetições. Após a imposição dos tratamentos os maços de caruru (A. cruentus e A. deflexus L.) foram acondicionados em embalagens plásticas perfuradas, e armazenadas em temperatura de 9 °C com umidade relativa de 80 ± 5%. A temperatura dos maços de caruru durante o hidroresfriamento e durante a vida pós colheita foi aferida com o auxílio de termômetro infravermelho. A qualidade pós colheita do caruru foi determinada diariamente, quanto ao teor de sólidos solúveis, acidez titulável, açucares solúveis totais, pH, vitamina C, perda de massa, taxa de liberação de eletrólitos, conteúdo relativo de água e pigmentos cloroplastídicos. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade, para comparar os efeitos dos tratamentos sobre a qualidade e vida pós colheita de caruru. Observou-se que o hidroresfriamento e o armazenamento a 9°C com 80 ± 5% UR, retardou os processos de degradação da qualidade pós colheita, mas não prolongou a vida de prateleira em maços de caruru. A vida pós colheita variou entre as espécies, sendo de cinco dias para Amaranthus cruentus e de três dias para Amaranthus deflexus L.
Abstract: The “caruru” originally from tropical and subtropical American, have been classified as a plant of the genus Amaranthus, them are too known by pigweed and bredo. It is described as unconventional vegetables that can be included in human food. The pigweed is a vegetable highly perishable and the use of optimum temperature of storage, as soon as possible, allows higher quality and postharvest life. This study was carried out to evaluated the viability of hydrocooling in different immersion times (immediately, 5, 10, 15 and 20 minutes) as way to reducing postharvest losses. The experiment was conducted in a completely randomized design with four replication. After treatments the pigweed packets, Amaranthus cruentus and Amaranthus deflexus L., were placed in perforated plastic bags and stored at 9 ºC and 80±5% RH. The temperature of pigweed packets during hydrocooling and postharvest life was measured using infrared thermometer. Postharvest quality of pigweed was determined daily such as the soluble solids, titratable acidity, total soluble sugar, pH, vitamin C, weight loss, electrolytes leakage rate, relative water content and chloroplastid pigments. Data were submitted to variance analysis and treatments were compared by Tukey test at 5% probability, to compare the effects of treatments on postharvest quality of pigweed. We verified that hydrocooling and storage at 9 ° C and 80 ± 5% RH, delayed postharvest quality degradation processes, but did not extended the shelf life pigweed packets. The postharvest life varied between species, with five days to Amaranthus cruentus and three days to Amaranthus deflexus L.
Keywords: Amaranthus cruentus
Amarantus deflexus L
Refrigeração
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Morrinhos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Olericultura
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/96
Issue Date: 21-Nov-2016
Appears in Collections:Mestrado em Olericultura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_OLERICULTURA_KATRINE SILVA.pdf808,75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.