Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/763
metadata.dc.type: Dissertação
Title: FLUXO DE PÓLEN EM ESPÉCIES SINCRONOPÁTRICAS NO SUDOESTE GOIANO
metadata.dc.creator: Barbosa, Paula Gabriela Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Rocha, Diego Ismael
metadata.dc.contributor.advisor2: Coelho, Christiano Peres
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Souza, Luzia Francisca
metadata.dc.description.resumo: Palicourea crocea e Psychotria carthagenensis são espécies distílicas pertencentes afamília Rubiaceae, comum a flora do Cerrado. A distilia é um polimorfismo floral controlado geneticamente que tem como função principal a otimização do fluxo de pólen legítimo entre morfos distintos de uma mesma espécie em uma população. O fluxo de pólen é uma importante interação entre as espécies, pois leva a reprodução cruzada e esta por sua vez gera diversidade genética, fator importante para a manutenção das espécies em ambientes e resistência a mudanças ambientais. Devido a grande quantidade de espécies distílicas pertencentes à Rubiaceae o presente estudo teve o objetivo de realizar uma avaliação cienciométrica dos trabalhos já realizados sobre o assunto para a família, além de avaliar as características florais de P. carthagenensis e P. crocea para avaliar a presença de distilia na população, além de seus polimorfismos floras secundários e sua anatomia. Os resultados encontrados para as avaliações cienciométricas demonstraram que são ainda poucos os estudos realizados considerando o tamanho da espécie e a quantidade de representantes distílicos. Com coletas realizadas em um ambiente antropizado, as flores foram armazenadas em álcool 70% para posterior análise. Os resultados da morfologia floral demonstraram que havia dois morfos nas populações estudadas, entretanto os testes de reciprocidade demonstraram que havia grande variação na altura das estruturas reprodutivas, fator que pode levar a contaminação com pólen ilegítimo. Os resultados encontrados para a avaliação do diâmetro dos grãos revelou que o morfo brevistílico apresenta grãos de pólen maiores. Já a avaliação do fluxo de pólen nos estigmas demonstrou uma maior eficiência do morfo longistílicos para P. carthagenensis. Para P. crocea o morfo brevistílico apresentou maior porcentagem de fluxo legítimo. Além disso, houve contaminação com pólen de outras espécies, o que pode ser resultado da variação na altura das peças reprodutivas observada nas populações avaliadas. A morfologia das papilas estigmáticas demonstrou que P. carthagenensis apresenta papilas alongadas para ambos os morfos, sendo mais finas no morfolongistílico, já P. crocea apresenta papilas arredondadas para o morfobrevistílico e alongadas para o morfolongistílico. A anatomia da flor das duas espécies é semelhante com pétalas composta de epiderme simples e parênquima fundamental, sendo possível observar alguns tricomastectores e idioblastos, além de P. crocea apresentar papilas em sua epiderme abaxial. As anteras tetrasporangeadas também foram comuns a ambas as espécies. Os estigmas ambos bífidos compostos por papilas estigmáticas em sua maioria alongadas a exceção do morfo brevistílico de P. crocea que apresenta papilas arredondadas
Abstract: Palicourea crocea and Psychotria carthagenensis are distillic species belonging to the family Rubiaceae, common to the Cerrado flora. Dysthily is a genetically controlled floral polymorphism that has as its main function the optimization of legitimate pollen flow between distinct morphs of the same species in a population. Pollen flow is an important interaction between species, as it leads to cross breeding and this in turn generates genetic diversity, an important factor for the maintenance of species in environments and resistance to environmental changes. Due to the large number of distillic species belonging to Rubiaceae, this study aimed to carry out a scientometric evaluation of the family's work on the subject, as well as to evaluate the floral characteristics of P. carthagenensis and P. crocea to evaluate the presence of dysthily in the population, in addition to its secondary flower polymorphisms and its anatomy. The results found for the sciometric evaluations showed that there are still few studies considering the size of the species and the number of distillic representatives. With collections performed in an anthropized environment, the flowers were stored in 70% alcohol for further analysis. The results of floral morphology showed that there were two morphos in the studied populations, however reciprocity tests showed that there was great variation in the height of reproductive structures, a factor that can lead to contamination with illegitimate pollen. The results found for the grain diameter evaluation revealed that the brevistilic morphus has larger pollen grains. The evaluation of pollen flow in the stigmas demonstrated a higher efficiency of the longistilic morphos for P. carthagenensis. For P. crocea the brevistilic morphus presented higher percentage of legitimate flow. Moreover, there was contamination with pollen from other species, which may be a result of the variation in height of reproductive parts observed in the populations evaluated. The morphology of the stigmatic papillae showed that P. carthagenensis has elongated papillae for both morphos, being thinner in the morpho longistilic, whereas P. crocea has rounded papillae for the morpho brevistilic and elongated papillae for the morpho longistilic. The anatomy of the flower of the two species is similar with petals composed of simple epidermis and fundamental parenchyma, and it is possible to observe some trichomes and idioblasts, besides P. crocea presenting papillae in its abaxial epidermis. Tetrasporanged anthers were also common to both species. Both bifid stigmas composed of mostly elongated stigmatic papillae with the exception of the P. crocea brevistilic morphus which has rounded papillae.
Keywords: Rubiacea
Fluxo de pólen
heterostilia
Distilia
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA::MORFOLOGIA VEGETAL::ANATOMIA VEGETAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/763
Issue Date: 30-Oct-2019
Appears in Collections:Mestrado em Biodiversidade e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Paula Gabriela Ferreira Barbosa.pdf3,67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.