Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/531
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Tópicos em Nutrição do cavalo atleta
metadata.dc.creator: Ribeiro, Ana Carolina Brito
metadata.dc.contributor.advisor1: Bento, Elis Aparecido
metadata.dc.contributor.referee1: Bento, Elis Aparecido
metadata.dc.contributor.referee2: Leão, Karen
metadata.dc.contributor.referee3: De Oliveira, Renata Alves
metadata.dc.description.resumo: O objetivo do estudo foi evidenciar tópicos em nutrição do cavalo atleta considerando a importância tanto da genética quanto do manejo, do treinamento e da alimentação. O Brasil é um importante produtor de equinos na América Latina possuindo o terceiro maior rebanho mundial. Quando falamos em cavalo atleta, devemos pensar na sua formação, essa, se inicia no terço final da gestação, pois ali, ocorre 70% do seu crescimento e desenvolvimento, antes do nascimento a única forma de alimentar o potro é através da mãe. A principal diferenciação na alimentação dos cavalos comuns e os atléticos está na quantidade energia e proteína necessárias na alimentação. Para os cavalos atletas é necessário uma quantidade maior de energia na ração. O uso de lipídeos vem sendo estudado intensamente, principalmente em animais que são voltados a prática esportiva e animais em crescimento. Os lipídios contém 2,25 vezes mais energia que os carboidratos aumentando a velocidade do exercício e diminuindo a fadiga muscular. Naturalmente um cavalo adulto precisa de 8 a 12% de proteína onde, se encontra facilmente no pastejo. A alimentação do equino no dia da competição vai depender do exercício que ele será submetido. A alimentação das provas de resistência é feita com uma maior quantidade de forrageira, de seis a oito kg/dia para a dilatação do intestino grosso, assim, aumentando a reserva de água e de eletrólitos.
Abstract: The aim of the study was to highlight topics in horse nutrition athlete considering the importance of both genetics and management, training and feeding. Brazil is a major horse producer in Latin America with the third largest herd worldwide. When we talk about athlete horse, we must think about its formation, this one starts in the final third of pregnancy, because there occurs 70% of its growth and development, before From birth the only way to feed the foal is through the mother. The main differentiation in the feeding of common and athletic horses is in the amount energy and protein needed for food. For athlete horses a larger amount of energy in the feed. Lipid use has been intensively studied, especially in animals that are sports oriented and growing animals. Lipids contain 2.25 times more energy than carbohydrates increasing exercise speed and decreasing muscle fatigue. Of course an adult horse needs 8-12% protein where, it is easily found in grazing. Equine feeding on competition day will depend on the exercise he will undergo. The resistance tests are fed with a higher amount of forage, from six to eight kg / day for bowel dilation thus increasing the reserve of water and electrolytes.
Keywords: alimentação, equino, lipídios
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/531
Issue Date: 28-Jun-2019
Appears in Collections:Bacharelado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nutrição do cavalo atleta final ANA Vs3.pdf795,26 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.