Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/500
metadata.dc.type: Dissertação
Title: INTERVALO HÍDRICO ÓTIMO COMO INDICADOR DE QUALIDADE FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO, APÓS 26 ANOS DE ADOÇÃO DE SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA
metadata.dc.creator: Brito, Marlete Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Severiano, Eduardo da Costa
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Marchão, Robélio Leandro
metadata.dc.contributor.referee1: Ferreira, Camila Jorge Bernabé
metadata.dc.contributor.referee2: Marchão, Robélio Leandro
metadata.dc.contributor.referee3: Costa, Kátia Aparecida de Pinho
metadata.dc.description.resumo: O intervalo hídrico ótimo (IHO) é um indicador de qualidade física do solo amplamente atestado na literatura, mas sua eficiência ainda é contestada. Ademais, a adoção desse indicador em sistemas integrados de produção agropecuária de longa duração, com mais de 20 anos, ainda é escassa. Nesse sentido, objetivou-se avaliar o intervalo hídrico ótimo como indicador da qualidade física de um Latossolo Vermelho Distrófico submetido a sistemas de preparo e manejo integrado de produção, após 26 anos de implantação, bem como a influência de adequações da resistência à penetração crítica nas relações hídricas do solo. O experimento foi conduzido numa área cujos sistemas foram implantados no ano de 1991, na Embrapa Cerrados, em Planaltina – DF. Foram avaliados 8 tratamentos referentes aos sistemas de preparo e manejo do solo com quatro repetições, sendo: Pastagem contínua com gramínea e pastejo animal (PAST); Sistema integrado lavoura-pecuária, fase lavoura em preparo convencional (SIL-C); Sistema integrado lavoura-pecuária, fase a lavoura sob plantio direto (SIL-D); Sistema integrado lavoura-pecuária, fase pastagem sob plantio direto e pastejo animal (SIP-D); Sistema lavoura contínua sob preparo convencional (LAV-C); Sistema lavoura contínua sob plantio direto (LAV-D); Cerrado Nativo (CN) e; Corredor de manejo (COR). Foram coletadas amostras de solo deformadas e indeformadas em três camadas, 0,00-0,05; 0,05-0,10 e 0,10-0,20 m, e avaliadas a densidade, porosidade, curva de retenção de água no solo (CRA) e de resistência à penetração (CRP) para posterior elaboração do IHO. Além das camadas fragmentadas, foi considerada a camada unificada 0,00-0,20 m, utilizando todas amostras. Para isso, utilizou-se o programa estatístico SAS no ajuste dos modelos da CRA e CRP. Para reflexão crítica em torno da eficiência do IHO na avaliação da qualidade física do solo, adotou-se como critério o uso do valor de resistência à penetração (RP) crítica, em todos os tratamentos de 2,0 MPa por ser este um valor amplamente adotado, independentes do histórico de uso e manejo do solo e, para fins de comparação, variável conforme as características intrínsecas a cada manejo avaliado e considerando-se, para tanto, a literatura citada, em que os valores críticos de RP para o sistema convencional é de 1,5 MPa; 2,0 MPa para sistemas não conservacionistas e 3,5 MPa para sistemas conservacionistas. Foi observada que a CRA e CRP apresentaram igualdade em profundidade, assim, o IHO, nas camadas iniciais, houve comportamentos específicos para cada tratamento em relação aos seus limites críticos, mas em profundidade (0,10-0,20 m), foram semelhantes aos limites do IHO da referida camada. Sistemas com pisoteio animal apresentaram limitações ao IHO com RP crítica de 2,0 MPa, no entanto, o mesmo não foi observado quando se adotou RP de 3,5 MPa. As menores densidades do solo foram observadas na camada superficial, cujo resultado pode ser atribuído para a maior presença de matéria orgânica nessa camada, exceto para o LAV-C e COR.
Abstract: The least limiting water range (IHO) is an indicator of soil physical quality widely attested in the literature, but its efficiency is still questioned. In addition, the adoption of this indicator in integrated systems of long-term agricultural production, with more than 20 years, is still scarce. In this sense, the objective was to evaluate the least limiting water range as an indicator of physical quality in a Red Latosol Distrophic soil submitted to systems of preparation and integrated management of production, after 26 years of implantation, as well as the influence of resistance adjustments to critical penetration in soil water relations. The experiment was carried out in an area whose systems were implemented in 1991, at Embrapa Cerrados, in Planaltina - DF. Eight treatments were evaluated for soil preparation and management systems with four replications, including: Continuous pasture with grass and animal grazing (PAST); Integrated crop-livestock system, crop phase conventional tillage (SIL-C); Integrated crop-livestock system, crop phase under no-till (SIL-D); Integrated livestock-crop systems, pasture phase with animal grazing under no-till (SIP-D); Continuous crop under conventional tillage (LAV-C); Continuous crop under no-tillage (LAV-D); Native Cerrado (CN); Handling corridor (COR). Deformed and undisturbed soil samples were collected in three layers, 0.00-0.05; 0.05-0.10 and 0.10-0.20 m, and there were evaluated the density, porosity, soil water retention curve (CRA) and penetration resistance (CRP) for subsequent elaboration of the IHO. In addition to the fragmented layers, the single layer was considered 0.00-0.20 m, using all samples. For this, the SAS statistical program was used in the adjustment of CRA and CRP models. For critical reflection of IHO efficiency in the soil physical quality evaluation, the criterion was the use of the critical penetration resistance (PR) value, in all treatments of 2.0 MPa, since this value is widely adopted, independent of the use history and soil management and, for comparison purposes, variable according to the intrinsic characteristics of each management evaluated and considering, therefore, the cited literature, in which the PR values for the conventional system is 1.5 MPa; 2.0 MPa for non-conservation systems and 3.5 MPa for conservation systems. It was observed that the CRA and CRP presented in-depth equality, so the IHO, in the initial layers, had specific behaviors for each treatment in relation to its critical limits, but in depth (0,10-0,20 m), they were similar to the IHO boundaries of said layer. Animal trampling systems showed limitations to IHO with critical RP of 2.0 MPa, however, the same was not observed when adopting RP of 3.5 MPa. The lowest soil densities were observed in the surface layer, the result of which can be attributed to the greater presence of organic matter in this layer, except for LAV-C and COR.
Keywords: Integração lavoura-pecuária
Sistema plantio direto
Pisoteio animal
Resistência do solo à penetração
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO::FISICA DO SOLO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias – Agronomia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/500
Issue Date: 31-May-2019
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Agrárias - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação_Marlete F Brito.pdfDissertação2,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons