Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2882
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Souza, Wesley José de-
dc.contributor.advisor1Latteshttps://lattes.cnpq.br/pt_BR
dc.creatorEstrela, Bárbara Canedo-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8706535928951460pt_BR
dc.date.accessioned2022-10-20T18:48:41Z-
dc.date.available2022-10-20-
dc.date.available2022-10-20T18:48:41Z-
dc.date.issued2022-10-20-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2882-
dc.description.abstractMilk production in Brazil is extremely important economically. In addition, milk is a nutritionally rich food, which represents a greater risk of contamination by spoilage agents and pathogens, which can negatively impact the industrialization and processing of this raw material. One way to quantify this contamination is through the somatic cell count (SCC) of milk. This is affected by numerous factors such as days in lactation, parity and hyperkeratosis, a lesion that exposes the teat canal to infectious agents and consequently to a picture of mastitis. Therefore, the objective of this work is to compare the teats hyperkeratosis score, the monthly individual SCC value, the corresponding days in lactation and the parity to evaluate their relationship.pt_BR
dc.description.resumoA produção de leite no Brasil é extremamente importante economicamente. Além disso, o leite é um alimento rico nutricionalmente o que representa um maior risco de contaminação por agentes deteriorantes e patogênicos o que pode impactar negativamente na industrialização e processamento dessa matéria-prima. Uma forma de quantificar essa contaminação é através da contagem de células somáticas (CCS) do leite. Esta ser afetada por inúmeros fatores como os dias em lactação (DEL), a paridade e a hiperqueratose, lesão que expõe o canal do teto à agentes infecciosos e consequentemente à um quadro de mastite. Portanto, o objetivo deste trabalho é comparar o escore de hiperqueratose dos tetos, o valor da CCS individual mensal, o DEL correspondente e a paridade para avaliar a relação dos mesmos.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Barbara Canedo Estrela (barbara.estrela@estudante.ifgoiano.edu.br) on 2022-10-20T17:33:50Z No. of bitstreams: 1 TCC COMPLETO.pdf: 2999873 bytes, checksum: 67a86615201a6c03f41416c1edd105b2 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br) on 2022-10-20T18:29:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TCC COMPLETO.pdf: 2999873 bytes, checksum: 67a86615201a6c03f41416c1edd105b2 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2022-10-20T18:48:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC COMPLETO.pdf: 2999873 bytes, checksum: 67a86615201a6c03f41416c1edd105b2 (MD5) Previous issue date: 2022-10-20en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Federal Goianopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Urutaípt_BR
dc.publisher.initialsIF Goianopt_BR
dc.relation.referencesANUÁRIO leite 2019: sua excelência, o consumidor. Embrapa Gado de Leite. 2019. ANUÁRIO leite 2021: saúde única e total. Embrapa Gado de Leite. 2021. ARAÚJO, V. M. et al. Relação entre a hiperqueratose dos tetos e a ocorrência de mastite subclínica. Archives of Veterinary Science, v.17, n.2, p.73-77, 2012. CARDOZO, L.L., THALER NETO, A., SOUZA, G.N., SCHMIDT, F.A., WERNCKE, D.; SIMON, E.E. Risk factors for the occurrence of new and chronic cases of subclinical mastitis in dairy herds in southern Brazil. Journal of Dairy Science. Volume 98, issue 11, p7675-7685, august, 2015. CARDOZO, Leonardo Leite. Identificação dos fatores de risco associados a ocorrência de hiperqueratose na extremidade dos tetos em rebanhos leiteiros. 167p. Tese (Doutorado em Ciência Animal) – Universidade do Estado de Santa Catarina. Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV/UDESC), Lages, SC, 2017. CUNHA, R. P. L.; MOLINA, L. R.; CARVALHO, E. J.; FACURY FILHO, E. J.; FERREIRA, P. M.; GENTILINI, M. B. Mastite subclínica e relação da contagem de células somáticas com número de lactações, produção e composição química do leite em vacas da raça holandesa. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 60, n. 1, p. 19-24, 2008. FONSECA, L. H. M. et al. Influência da sujidade e hiperqueratose de tetos na ocorrência de mastite subclínica bovina. Acta Veterinaria Brasilica, v.10, n.3, p.233-237, 2016. GOUVÊA, F. L. R. Milking equipment, management, and risk factors for noninfectious pathologies in dairy cow teat. Botucatu, 2019. 123p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Campus de Botucatu, Universidade Estadual Paulista. GUERREIRO, P. K.; MACHADO, M. R. F.; BRAGA, G. C.; GASPARINO, E.; FRANZENER, A. S. M. Qualidade microbiológica de leite em função de técnicas profiláticas no manejo de produção. Ciência e Agrotecnologia, v. 29, n. 1, p. 216-222, 2005. HILLERTON, J. E. et al. Evaluation of bovine teat condition in commercial dairy herds: infectious factors and infections. In: 2nd INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON MASTITIS AND MILK QUALITY, 2001, Vancouver. Proceedings... Vancouver: NMC, 2001. p. 352-356. KUMMER, Rogan Müller. Manejo da ordenha e prevenção da mastite bovina. Trabalho de conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Porto Alegre, 2019. MEIN, G. A. et al. Where the rubber meets the teat and what happens to milking characteristics. In: INTERNATIONAL DAIRY FEDERATION WORLD DAIRY SUMMIT & CENTENARY, 2003, Bruges. Proccedings… Bruges: IDF, 2003. p. 431-438. MEIN, G. A., et al. 2001. Evaluation of bovine teat condition in commercial dairy herds: 1. Non-infectious factors. Second international symposium on mastitis and milk quality proceedings. Vancouver, BC, Canada. 347-351. MORAIS, S. B., ORLANDI, C. M. B., GASPAROTTO, P. H. G., DANTAS FILHO, J. V., CAVALI, J., CAMPEIRO JUNIOR, L. D., & DAUDT, C. (2020). Custos e Benefícios da Inseminação Artificial em Pequenas Propriedades Leiteiras. Revista Agrarian, 13(48), 249-264: 10.30612/agrarian.v13i48.10652 NEIJENHUIS, F., HWBARKEMA, H. HOGEVEEN & JPTM NOORDHUIZEN. 2000. Classificação e exame longitudinal de tetas calejadas em vacas leiteiras. J. Dairy Sci. 83:2795-2804. NEIJENHUIS, F.; MEIN, G.A.; MORGAN, W.F. et al. Relationship between teat-end callosity or hyperkeratosis and mastitis. In: International Symposium on Mastitis and Milk Quality, 2001, Vancouver, BC, Canada. Proceedings Vancouver: AABP-NMC, 2001. NIGHTINGALE, C., DHUYVETTER, K., MITCHELL, R. & SCHUKKEN, Y. (2008). Influence of Variable Milk Quality Premiums on Observed Milk Quality. Journal of Dairy Science, 91(3), 1236-1244: 10.3168/jds.2007-0609 POSSAN, J; NASCIF JÚNIOR, I. A. Correlação entre mastite em vacas leiteiras, escore de tetos, úbere, e variações climáticas no município de Santo Antônio do Sudoeste. UFFS, 2015. SANTOS, M. V. Hiperqueratose dos tetos e sua influência na mastite. 29 de agosto de 2003. Disponível em: https://www.milkpoint.com.br/ SOUSA, J. M. B. A hiperqueratose do canal do teto nas explorações leiteiras portuguesas. Causas e efeitos microbiológicos. Dissertação. Universidade Técnica De Lisboa. Lisboa, 2008. SOUSA, J. M. B. A hiperqueratose do canal do teto nas explorações leiteiras portuguesas. Causas e efeitos microbiológicos, 2008. 93 p. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Medicina Veterinária - Universidade Técnica de Lisboa. 2008. TAKAHASHI, F. H.; CASSOLI, L. D.; ZAMPAR, A.; MACHADO, P. F. Variação e monitoramento da qualidade do leite através do controle estatístico de processos. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 13, n. 1, p. 99–107, 2012. TEIXEIRA N.M.; FREITAS A.F.; BARRA R.B. Influência de fatores de meio ambiente na variação mensal da composição e contagem de células somáticas do leite em rebanhos no Estado de Minas Gerais. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. 55 (4). Ago 2003. VOLTOLINI et al. Influência da lactação sobre a contagem de células somáticas. Acta Scientiarum. Maringá, v. 23, n. 4, p. 961-966, 2001. Chegini, A., Hossein-Zadeh N. G., Hosseini-Moghadam H., Shadparvar A. A. Relações genéticas e ambientais entre produção de leite e tipos diferentes de mastite e hiperqueratose em vacas holandesas. Acta Sci., Anim. Sci. 38 (2). Junho, 2016.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectOrdenhapt_BR
dc.subjectQualidade de leitept_BR
dc.subjectMedicina Veterináriapt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::MEDICINA VETERINARIA PREVENTIVA::SAUDE ANIMAL (PROGRAMAS SANITARIOS)pt_BR
dc.titleASSOCIAÇÃO ENTRE HIPERQUERATOSE DE TETO E A CONTAGEM DE CÉLULAS SOMÁTICAS DO LEITE DE VACAS GIROLANDASpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Appears in Collections:Bacharelado em Medicina Veterinária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC COMPLETO.pdfTrabalho conclusão de Curso - Bárbara Canedo Estrela2,93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.