Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2704
metadata.dc.type: Dissertação
Title: ESTRATÉGIAS DE MANEJO DA SEPTORIOSE EM TOMATE DE MESA VISANDO BAIXO RISCO DE CONTAMINAÇÃO COM AGROTÓXICOS
metadata.dc.creator: Conceição, Francisco Rafael Santos da
metadata.dc.contributor.advisor1: Pontes, Nadson Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Nascimento, Abadia Reis
metadata.dc.description.resumo: Foi desenvolvido estudo com o objetivo de avaliar estratégias de aplicação de produtos fitossanitários para o controle da septoriose do tomateiro com baixo risco de contaminação dos frutos por agrotóxicos. O estudo foi conduzido na área experimental do Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos, no ano de 2019. Foram conduzidos dois ensaios de campo, com o mesmo experimento, a fim de verificar a repetibilidade dos resultados. O primeiro de abril a agosto, e o segundo de setembro a dezembro. Em ambos, utilizou-se mudas com 2-3 folhas verdadeiras da cultivar Totale. Estas foram transplantadas em canteiros de 1,2 m cobertos com plástico dupla face, em linha dupla com espaçamento de 0,7 x 0,7 m. A adubação seguiu a recomendação da análise de fertilidade do solo. As plantas foram tutoradas com fitilho, sendo realizada com frequência a desbrota e condução de duas hastes. Após o sexto cacho, realizou-se a poda do meristema apical. Em ambos, foram avaliados 9 tratamentos, sendo: 1) testemunha não tratada, 2) aplicação semanal de fungicidas químicos (calendário), 3) aplicação semanal de fungicidas químicos com mudança para fungicidas biológicos quando do início da colheita (calendário + biológico), 4) aplicação de fungicidas químicos com base em sistema de previsão (sistema de previsão), 5) aplicação de fungicidas químicos com base em sistema de previsão com mudança para fungicidas biológicos quando do início da colheita (sistema de previsão + biológico), 6) aplicação de fungicida biológico na dose recomendada (biológico), 7) aplicação de fungicida biológico com o dobro da dose recomendada (biológicoX2), 8) aplicação semanal de hidróxido de cobre (cobre), 9) aplicação semanal de hidróxido de cobre com mudança para fungicidas biológicos quando do início da colheita (cobre + biológico). O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados (DBC), com quatro repetições para cada tratamento. A parcela foi constituída de um canteiro com 5 m de comprimento contendo 14 plantas. Entre os blocos, foi semeado milho, para servir de barreira física entre os tratamentos e impedir deriva de aplicações. Avaliou-se a severidade da septoriose, em função da infecção natural. A medida que os frutos chegavam ao ponto de colheita (frutos coloridos), realizou-se a colheita e ao final estimou-se a produtividade total e por classe. Os dados foram submetidos à análise de variância e quando observado efeito dos tratamentos (P<0,05), as médias forams comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Diante dos resultados do presente trabalho, observou-se melhor eficiência da aplicação semanal de fungicidas químicos, em comparação com a aplicação baseada no sistema de previsão e na utilização de produto biológico. Porém, o hidróxido de cobre apresentou resultado satisfatório em comparação com outros ativos fungicidas sítio específico ou protetores, cuja classificação toxicológica era pior. Sendo assim, pode ser utilizado para o controle da doença na época da colheita.
Abstract: A study was developed with the objective of evaluating strategies for the application of phytosanitary products for the control of tomato septoriosis with low risk of fruit contamination by pesticides. The study was conducted in the experimental area of the Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos, in 2019. Two field trials were conducted with the same experiment in order to verify the repeatability of the results. The plants were tutored with phytos, and frequently the sprouting and conduction of two stems was performed. After the sixth bunch, the apical meristem was pruned. In both, 9 treatments were evaluated: 1) untreated control, 2) weekly application of chemical fungicides (calendar), 3) weekly application of chemical fungicides with change to biological fungicides at the beginning of harvest (calendar + biological), 4) application of chemical fungicides based on prediction system (forecast system), 5) application of chemical fungicides based on a prediction system with change to biological fungicides at the beginning of harvest (biological + prediction system), 6) application of biological fungicide at the recommended dose (biological), 7) application of biological fungicide with twice the recommended dose (biologicalX2), 8) weekly application of copper hydroxide (copper), 9) weekly application of copper hydroxide with change to biological fungicides at the beginning of harvest (copper + biological). The experimental design was in randomized blocks (DBC), with four replications for each treatment. The plot consisted of a 5 m long flowerbed containing 14 plants. Among the blocks, corn was sowed to serve as a physical barrier between treatments and prevent drift of applications. The severity of septoriosis was evaluated as a function of natural infection. As the fruits reached the harvest point (colored fruits), the harvest was carried out and at the end the total productivity and per class were estimated. The data were submitted to variance analysis and when the effect of the treatments was observed (P<0.05), the means were compared by the Tukey test at the level of 5% probability. In view of the results of the present study, it was observed better efficiency of the weekly application of chemical fungicides, compared to the application based on the prediction system and the use of biological product. However, copper hydroxide showed satisfactory results compared to other site-specific fungicide or protective actives, whose toxicological classification was worse. Therefore, it can be used to control the disease at the time of harvest.
Keywords: Controle biológico
Controle químico
Sistema de previsão
Solanum lycopersicum
Septoria lycopersici
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Morrinhos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agroquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2704
Issue Date: 8-Jul-2022
Appears in Collections:Mestrado em Olericultura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Francisco Conceição.pdfDissertação_Francisco Conceição833,7 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons