Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2542
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Tolerância de Jatobá (Hymenaea courbaril) ao Cádmio em Função da Aplicação de Pó de Rocha e Fungo Micorrízico Arbuscular
metadata.dc.creator: Côrtes, Marielle Pedrosa
metadata.dc.contributor.advisor1: Souza, Lucas Anjos de
metadata.dc.description.resumo: A fitorremediação utiliza plantas e microbiota como os FMAs (fungos micorrízicos arbusculares) para extração e/ou redução da toxicidade de contaminantes no solo, como por exemplo o cádmio que é altamente tóxico e de fácil absorção pela cadeia alimentar. É uma técnica de remediação de solos eficaz, não destrutiva e econômica. Percebe-se que o Cerrado oferece plantas nativas como Hymenaea courbaril (Jatobá) uma espécie arbórea amplamente distribuída no Brasil, que podem fazer da fitorremediação, uma alternativa de baixo custo utilizando tecnologias verdes, sem impacto ambiental. Também, contando com outros tipos de tecnologias verdes como o pó de rocha que libera minerais de forma natural e gradativa no solo. Devido à falta de informações sobre a tolerância dessa espécie a metais e informações que possam ser usadas para fitorremediação, o objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de crescimento de Hymenaea courbaril no solo suplementado com pó de rocha, fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e contaminado com diferentes concentrações de cádmio. Através de medidas de crescimento e trocas gasosas determinando o funcionamento do aparelho fotossintético das plantas cultivadas sob essas condições e avaliando se os tratamentos com pó de rocha e FMAs conferem vantagem à planta para sobreviver no cenário de contaminação. O experimento foi conduzido em casa de vegetação do IF Goiano – Campus Rio Verde. Foi utilizado um Latossolo Vermelho e o delineamento em blocos ao acaso; a solução de contaminação foi preparada utilizando cloreto de cádmio pentahidratado, em concentração final de 1 g/L, totalizando quatro concentrações do contaminante (controle, cinco mg, 10 mg e 15 mg por kg de solo). Foram adicionados cinco gramas de pó de rocha fosfática, 100g de húmus de minhoca e 150g de areia, por unidade experimental contendo dois litros de solo, com a intenção de melhorar o ambiente de crescimento das raízes. Por fim, a inoculação com FMA (Rhizophagus clarus) a fim de conseguir 1200 esporos. Através das análises realizadas, observou-se que Jatobá é potencialmente candidata a fitorremediação de áreas contaminadas por cádmio, já que os tratamentos com as dosagens de cádmio não diferiram do tratamento controle em diversas análises realizadas.
Abstract: Phytoremediation uses plants and microbiota such as AMF (arbuscular mycorrhizal fungi) to extract and/or reduce the contaminants toxicity in the soil, such as cadmium, which is highly toxic and easily absorbed by the food chain. It is an effective, non-destructive, and economical soil remediation technique. The Cerrado offers native plants such as Hymenaea courbaril (Jatobá) which is a tree species widely distributed in Brazil, that can make phytoremediation as a low-cost alternative using green technologies, without environmental impact. There is also other types of green technologies such as rock dust that naturally and gradually releases minerals into the soil. Due to the lack of information about the tolerance of this species to metals and information that can be used for phytoremediation, the objective of this study was to evaluate the growth capacity of Hymenaea courbaril in soil supplemented with rock dust, arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) and contaminated soil. with different cadmium concentrations. Through measurements of growth and gas exchange, there was determined the functioning of the photosynthetic apparatus of plants grown under these conditions and was evaluated whether treatments with rock dust and AMF confer an advantage to the plant to survive in the contamination scenario. The experiment was carried out in a greenhouse at IF Goiano – Campus Rio Verde. A Red Latosol and a randomized block design were used; the contamination solution was prepared using cadmium chloride pentahydrate, in a final concentration of 1 g/L, totalling four concentrations of the contaminant (control, 5 mg, 10 mg and 15 mg per kg of soil). 5 grams of phosphate rock powder, 100g of earthworm humus and 150g of sand were added per experimental unit containing 2 liters of soil, with the intention of improving the root growth environment. Finally, inoculation with FMA (Rhizophagus clarus) to obtain 1200 spores was added. It was observed that Jatobá is potentially a candidate for phytoremediation of areas contaminated by cadmium, since the treatments with the dosages of cadmium did not differ from control treatment in several analyses carried out.
Keywords: Fitorremediação
Elementos traços
Solos contaminados
Ecotoxicologia
Plantas do cerrado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Conservação
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2542
Issue Date: 26-Nov-2021
Appears in Collections:Mestrado em Biodiversidade e Conservação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
4 - Dissertação_Marielle Côrtes.pdf2,57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.