Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2356
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Godoy, Marcelo-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2592461149811108pt_BR
dc.contributor.referee1Faquinello, Patrícia-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1666772629236111pt_BR
dc.contributor.referee2Pessoa, Flávia-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9895172381398793pt_BR
dc.creatorRibeiro, Vilson-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3093242446335679pt_BR
dc.date.accessioned2022-02-16T10:58:22Z-
dc.date.available2022-02-15-
dc.date.available2022-02-16T10:58:22Z-
dc.date.issued2021-12-14-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/2356-
dc.description.abstractThe intercropping of corn with legumes for silage production is used as an alternative to improve the protein content in corn silage and enable the conservation of forage legumes in the form of silage. Therefore, studies have focused on testing the species and evaluating their participation in the total biomass. The objective of this review of the national literature was to evaluate the feasibility of using the intercropping of corn and legumes in commercial crops for silage production. Several legumes have already been tested, including Soybean (Glycine max), Stylosantes, Pigeon pea (Cajanus cajan), Cowpea (Vigna unguiculata L. Walp), Crotalaria (Crotalárias sp.) and Alfalfa (Medicago sativa L.). Literature results show that intercropped silages, when compared to corn silages, have a higher crude protein content without, however, improving the production of dry mass per hectare. The low participation of the legume in the consortium has led to inconclusive studies on the feasibility of its use in the production of silage. Limitations such as low dry matter content in the silage, high fiber content, suppression in the development of intercropped crops, etiolation, competition and reduction in total biomass are reported as the participation of the legume increases. The legume has the ability to improve soil fertility through biological nitrogen fixation and promote nutrient cycling. Due to the low number of studies in the area and the lack of standardization, it is not yet possible to establish the necessary criteria for the intercropping of corn with legume for silage production.pt_BR
dc.description.resumoO consórcio de milho com leguminosas para produção de silagem é usado como alternativa para melhorar o teor de proteína na silagem de milho e viabilizar a conservação de leguminosas forrageiras na forma de silagem. Para tanto, estudos tem se concentrado em testar as espécies e avaliar sua participação na biomassa total. Objetivou-se com essa revisão da literatura nacional avaliar a viabilidade do uso do consorcio de milho e leguminosa em lavouras comerciais para produção de silagem. Várias leguminosas já foram testadas, dentre elas a Soja (Glycine max),Stylosantes, Guandu-anão (Cajanus cajan), Feijão-Caupi (Vigna unguiculata L. Walp), Crotalárias (Crotalárias sp.) e a Alfafa (Medicago sativa L.). Os resultados da literatura mostram que as silagens consorciadas quando comparadas com a silagem de milho apresentam maior teor de proteína bruta sem, no entanto, melhorar a produção de massa seca por hectare. A baixa participação da leguminosa no consorcio tem levando a estudos inconclusivos sobre a viabilidade do seu uso na produção de silagem. Limitações como baixos teores de matéria seca na silagem, elevado teor de fibra, supressão no desenvolvimento das culturas consorciadas, estiolamento, competição e redução da biomassa total são relatados à medida que se eleva a participação da leguminosa. A leguminosa tem a capacidade de melhorar a fertilidade do solo através da fixação biológica de nitrogênio e promover a ciclagem de nutrientes. Devido ao baixo número de estudos na área e a falta de padronização ainda não é possível estabelecer os critérios necessários para a consorciação de milho com leguminosa para produção de silagem.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Vilson Pinto Ribeiro (2020103paa30i0022@ifgoiano.edu.br) on 2022-02-15T23:57:53Z No. of bitstreams: 1 ASPECTOS DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DA SILAGEM DE MILHO.pdf: 580129 bytes, checksum: 7d59a08c2686782b2f5ac11fe9bc6999 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Tatianne Silva Santos (tatianne.santos@ifgoiano.edu.br) on 2022-02-16T10:57:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 ASPECTOS DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DA SILAGEM DE MILHO.pdf: 580129 bytes, checksum: 7d59a08c2686782b2f5ac11fe9bc6999 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2022-02-16T10:58:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ASPECTOS DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DA SILAGEM DE MILHO.pdf: 580129 bytes, checksum: 7d59a08c2686782b2f5ac11fe9bc6999 (MD5) Previous issue date: 2021-12-14en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Federal Goianopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Cerespt_BR
dc.publisher.initialsIF Goianopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAlimentaçãopt_BR
dc.subjectEnsilagempt_BR
dc.subjectFermentaçãopt_BR
dc.subjectProteínapt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA::AVALIACAO, PRODUCAO E CONSERVACAO DE FORRAGENSpt_BR
dc.titleASPECTOS DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DA SILAGEM DE MILHO CONSORCIADO À LEGUMINOSApt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Appears in Collections:Especialização em Produção e Utilização de Alimentos para Animais de Interesse Zootécnico

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ASPECTOS DA PRODUÇÃO E QUALIDADE DA SILAGEM DE MILHO.pdf566,53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.