Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1828
metadata.dc.type: Tese
Title: USO DE CAMA DE PERU NA ADUBAÇÃO E EFEITO NAS PROPRIEDADES QUÍMICAS E FÍSICAS DE UM LATOSSOLO VERMELHO DISTROFÉRRICO
metadata.dc.creator: Ribeiro, Diego Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Castoldi, Gustavo
metadata.dc.description.resumo: O volume gerado de resíduos da agroindústria avícola, em áreas próximas a criadouros é grande e crescente, e tem aumentado a sua utilização na adubação de culturas agrícolas. É mais comum, no entanto, a utilização de resíduos da criação de frangos, restando algumas lacunas sobre a utilização de resíduos da criação de peru. Nesse contexto, foram conduzidos dois estudos avaliando a utilização de cama de peru na agricultura. Ambos os estudos foram conduzidos em um Latossolo Vermelho distroférrico, um avaliando o uso da cama de frango para a produção da cultura do milho e outro avaliando alterações nos atributos químicos e físicos do solo após uma cronossequência de até nove aplicações seguidas de cama de peru, sob pastejo rotacionado. Na cultura do milho, o experimento foi realizado nas safras 2011/12 e 2012/13, e comparou-se adubação mineral utilizando 450 kg ha-1 de 10-27-10, cama de peru nas doses de 3.800 e 7.600 kg ha-1, adubação com 450 kg ha-1 de 10-27-10 + 1.900 kg ha-1 de cama de peru, adubação com 450 kg ha-1 de 10-27-10 + 3.800 kg ha-1 de cama de peru, além de um tratamento controle, sem adubação. A utilização de cama de peru foi eficiente em substituir total ou parcialmente a adubação mineral a partir do segundo ano de sua utilização, mantendo os níveis de produtividade do milho, tendo aumentado também os teores de fósforo e potássio no solo. Já o ensaio em área sob pastejo rotacionado de Urochloa decumbens foi implantado em 2008 e comparou quatro doses acumuladas de cama de peru: controle (0), 35,3, 54,8 e 66,2 Mg ha-1, correspondendo, respectivamente, a 0, 6, 8 e 9 anos de aplicações sucessivas. As análises químicas e físicas do solo foram realizadas nas camadas superficiais, aos 0, 6, 8 e 9 anos do início do experimento. Os teores e estoques de carbono e nitrogênio no solo, e carbono e nitrogênio na matéria orgânica particulada foram incrementados quando do uso de cama de peru. Em relação ao tratamento controle, o uso de cama de peru pode incrementar no solo anualmente até 1,12 Mg C ha-1 ano-1 (quando do uso da maior dose). A dose acumulada de 54,8 Mg ha-1 resultou em maior estoque de nitrogênio total (incremento de 80%), e nitrogênio na matéria orgânica particulada (incremento de 134%). Após 9 anos de uso (dose acumulada de 69,24 Mg ha-1), a utilização de cama de peru elevou em 156% o índice de manejo de carbono na camada de 0-0,05 m. Outro benefício da utilização da cama de peru foi a redução da densidade do solo e o aumento no diâmetro médio ponderado de agregados do solo, com consequente aumento na proporção de macroagregados. Portando, devido aos efeitos positivos de utilização da cama de peru nos atributos químicos e físicos do solo e na produtividade da cultura do milho, esse resíduo é uma boa opção para os produtores em áreas de grãos e pastagens, podendo ser uma ferramenta para reduzir a dependência de fertilizantes minerais, além de incrementar carbono ao solo e minimizar os impactos da produção de peru em larga escala.
Abstract: The volume of poultry agroindustry waste generated in areas close to rearing facilities is large and increasing, which has led to an increase in its use in the agricultural crops fertilization. It is more common, however, to use waste from chicken farming, leaving some gaps in the use of turkey farming waste. In this context, two studies evaluating the use of turkey litter in agriculture were conducted. Both experiments were carried out in a Dystroferric Oxisol soil, one evaluating the use of poultry litter for maize production, and the other evaluating changes in soil chemical and physical attributes after a chronosequence of up to nine applications followed by turkey litter, under rotational grazing. In the maize crop, the experiment was carried out in the 2011/12 and 2012/13 crop seasons, comparing: mineral fertilization with 450 kg ha-1 of 10-27-10, turkey litter at doses of 3,800 and 7,600 kg ha-1, fertilization with 450 kg ha-1 of 10-27-10 + 1,900 kg ha-1 of turkey litter, fertilization with 450 kg ha-1 of 10-27-10 + 3,800 kg ha-1 of turkey litter, in addition to a control treatment, without fertilization. The use of turkey litter was efficient in replacing mineral fertilization completely or in part from the second year of its use, maintaining maize yield levels, and increaseing phosphorus and potassium contents in the soil. The experiment in area under rotational grazing of Urochloa decumbens was implemented in 2008 and compared four accumulated doses of turkey litter: control (0), 35.3, 54.8 and 66.2 Mg ha-1, respectively corresponding to 0, 6, 8 and 9 years of successive applications. Soil chemical and physical were carried out in the surface layers, at 0, 6, 8 and 9 years after the beginning of the experiment. The contents and stocks of carbon and nitrogen in the soil and carbon and nitrogen in particulate organic matter were increased when turkey litter was used. Compared to the control treatment, the use of turkey litter can add to the soil up to 1.12 Mg C ha-1 year-1 (when using the highest dose). The accumulated dose of 54.8 Mg ha-1 led to the highest total nitrogen stock (80% increase) and nitrogen in particulate organic matter (134% increase). After 9 years of use (accumulated dose of 69.24 Mg ha-1), the use of turkey litter increased the carbon management index in the 0-0.05 m layer by 156%. Another benefit of using turkey litter was the reduction of density and the increase in the mean weight diameter of soil aggregates, with consequent increase in the proportion of macroaggregates. Therefore, due to the positive effects of using turkey litter on chemical and physical attributes of soil and also on maize yield, this waste is a good option for producers in grain and pasture areas and may be a tool to reduce dependence on mineral fertilizers, in addition to adding carbon to the soil and minimizing the impacts of large-scale turkey production.
Keywords: Resíduo orgânico. Agregação do solo. Carbono. Milho. Urochloa decumbens.
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Rio Verde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias – Agronomia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1828
Issue Date: 8-Apr-2021
Appears in Collections:Doutorado em Ciências Agrárias - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_Diego Oliveira Ribeiro.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.