Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1473
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: MODALIDADES DE ENSINO NÃO PRESENCIAIS: CONCEITO E MODELO ADOTADO NO MUNICÍPIO DE URUTAÍ - GO NO PERÍODO DE PANDEMIA
metadata.dc.creator: Souza, Sônia Aparecida de
metadata.dc.contributor.advisor1: Brandão, Hilma Aparecida
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa se estrutura na perspectiva das “Modalidades de ensino não presencial: conceitos e modelo adotado no Município de Urutaí-Goiás durante a pandemia”. Nesse sentido buscaremos compreender entre modalidades de ensino não presencial. Como posso denominar de modo mais preciso e correto a modalidade de ensino que estou conduzindo? Aparentemente isso pode não fazer diferença nenhuma, mas em se tratando de uma atividade profissional é fundamental que ao menos os membros da escola utilizem de modo correto cada concepção teórica sobre o ensino. Entendo, que todo trabalho precisa se sustentar por uma teoria, mas como isso é possível se não compreendemos o significado de cada modalidade de ensino? Partindo desses questionamentos o artigo tem como objetivo compreender os conceitos de termos que estão sendo utilizados e difundidos no meio escolar, sem que se tenha noção do seu significado, como homeschooling, educação à distância e ensino remoto, identificando as várias modalidades de ensino não presencial e o modelo adotado pela Secretaria Municipal de Educação de Urutaí-Goiás. Para o desenvolvimento da pesquisa utiliza-se uma análise qualitativa a partir de uma revisão bibliográfica sobre o tema e com base em teorias desenvolvidas por alguns autores. Como resultado, temos que a compreensão entre eles do conceito de ensino não presencial, Arruda (2020), Rivero (2008), Vieira ( 2012). PALAVRAS-CHAVES: Ensino não presencial. Modalidades e conceitos. Pandemia. Urutaí – Goiás.
Abstract: This research addresses the theme “Non-classroom teaching modalities: concepts and model adopted in the Municipality of Urutaí-Goiás during the pandemic”. However, it arises as a concern and the desire to understand about some issues, among them: what are the differences between these teaching modalities? How can we name the teaching modality we am conducting more accurately and correctly? Apparently this may not make any difference, but in the case of a professional activity, it is essential that at least school members correctly use each theoretical conception of teaching. I understand, that all work needs to be supported by a theory, but how is this possible if we do not understand the meaning of each teaching modality? Based on these questions, the article aims to understand the concepts of terms that are being used and disseminated in the school environment, without being aware of their meaning, such as homeschooling, distance education and remote education, identifying the various types of non-teaching. and the model adopted by the Municipal Education Secretariat of Urutaí-Goiás. For the development of the research, a qualitative analysis is used based on a bibliographic review on the theme and based on theories developed by some authors, including Arruda( 2020), Rivero( 2008), Vieira (2012). As a result, we have to understand of the concept of classroom teaching. KEYWORDS: Non-classroom teaching. Modalities and concepts. Pandemic. Urutaí - Goiás. 
Keywords: Ensino não presencial
Modalidades e conceitos
Pandemia
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Federal Goiano
metadata.dc.publisher.initials: IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Campus Ipameri
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1473
Issue Date: 25-Nov-2020
Appears in Collections:Segunda Licenciatura em Pedagogia



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.