Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1455
metadata.dc.type: Tese
Title: MÃOS QUE ESCREVEM O TERRITÓRIO, ESCREVEM A VIDA: O TRABALHADOR MIGRANTE NORDESTINO EM RIO VERDE, GOIÁS
Other Titles: HANDS WRITING THE TERRITORY, WRITING LIFE: the northeastern migrant worker in Rio Verde, Goiás
metadata.dc.creator: Soares, Fernando Uhlmann
metadata.dc.contributor.advisor1: Chaveiro, Eguimar Felício
metadata.dc.description.resumo: Uma das principais características da formação demográfica do estado de Goiás é a migração de trabalhadores de todo o Brasil que chegam após a década de 1930 a partir das diretrizes da “Marcha para o Oeste”. Em direção ao município de Rio Verde, a migração aconteceu principalmente após a expansão da fronteira agrícola, dos anos de 1970, com a vinda dos sulistas do país. Vinte anos depois, em fins de 1980, inicia a chegada dos nordestinos atraídos pelas oportunidades de emprego surgidas com o crescimento do setor agroindustrial na cidade e na região. Esta pesquisa chama para uma compreensão materialista histórico-dialética, atenta e sensível sobre o sujeito invisibilizado que está na base da estrutura socioterritorial que sustenta o crescimento econômico da dita “capital do agronegócio”, o Trabalhador(a) Migrante Nordestino(a). Da vivência sobre o modelo político-econômico da cidade de Rio Verde unida à agudeza em se analisar o sujeito mais aflito e merecedor de atenção, nasce o objeto de estudo desta tese. Ela versa sobre a contraditória Representação Social que o Trabalhador Migrante Nordestino possui sobre a cidade da agricultura capitalista monopolista de Rio Verde, Goiás. Para acolher a voz do trabalhador migrante nordestino invisibilizado e desnublar a representação social que este possui, a pesquisa foi tecida por meio de um itinerário metodológico qualiquantitativo ao longo de quatro capítulos. Primeiro, discute-se a formação de Goiás e de Rio Verde em relação à migração em busca de emprego e salário em um território entendido como “cidade do agrotóxico” devido a agressão socioambiental. No segundo capítulo, apresenta-se a Rio Verde nordestina formada pelas mãos que migram para o trabalho e que tecem a importante Rede Socioafetiva de Migração. Nos dois últimos capítulos, eleva-se o tom da discussão e com o uso das Cartas de Vida e das Geofotografias direciona-se o estudo sobre as Representações Sociais. Por meio dessas narrativas, foi possível compreender as faces nubladas e contraditórias do pensamento do trabalhador migrante nordestino sobre a cidade de Rio Verde. Por fim, ao acolher a voz destes trabalhadores e trabalhadoras espera-se ampliar a visibilidade do grupo e auxiliar na emancipação do sujeito na medida em que este consiga questionar seu passado no Nordeste, o presente em Rio Verde e vislumbrar um futuro digno e de justiça social para os seus junto da sociedade em que vive.
Abstract: One of the main characteristics of the demographic formation in the state of Goiás is the migration of workers from all over Brazil who arrive after the 1930s based on the guidelines of the "March to the West". Towards the municipality of Rio Verde, the migration took place mainly after the expansion of the agricultural frontier, in the 1970s, with the arrival of southerners in the country. Twenty years later, starting in the late 1980s, the arrival of the Northeasterners began to be attracted by the job opportunities that arose with the growth of the agro-industrial sector in the city and region. This research calls for a materialistic historical-dialectical understanding, attentive and sensitive about the invisible subject that is at the base of the socio-territorial structure that sustains the economic growth of the so-called “agribusiness capital”, the Worker of the Northeast. From the experience of the political and economic model of the city of Rio Verde, combined with the sharpness in analyzing the most afflicted and deserving of attention, the object of study of this thesis is born. It deals with the contradictory Social Representation that the Northeastern Migrant Worker has over the city of monopoly capitalist agriculture in Rio Verde, Goiás. In order to welcome the voice of the invisible northeastern migrant worker and unclog the social representation that he has, the research was woven with a qualitative and quantitative methodological itinerary throughout the four chapters. First, the formation of Goiás and Rio Verde is discussed in relation to migration in search of jobs and income in a territory understood as a “pesticide city” due to socio-environmental aggression. In the second chapter, there is the northeastern Rio Verde formed by the hands that migrate to work and that weave the important Social-Affective Migration Network. In the last two chapters, the tone of the discussion is raised and with the use of Life Charts and Geophotographs, the study of Social Representations is directed. Through these narratives, it was possible to understand the cloudy and contradictory faces of the northeastern migrant worker thinking about the city of Rio Verde. Finally, by welcoming the voice of these men and women workers, it is hoped to increase the visibility of the group and assist in the emancipation of the subject to the extent that he can question his past in the Northeast, the present in Rio Verde and envision a dignified and fair future for their people in the society in which they live.
Keywords: Cartas de Vida. Migração. População. Rede Socioafetiva. Representação Social.
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA
CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA URBANA
CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA DA POPULACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituição extra IF Goiano
metadata.dc.publisher.initials: Instituição extra IF Goiano
metadata.dc.publisher.department: Instituição externa ao IF Goiano (especificar no Resumo/abstract)
metadata.dc.publisher.program: Instituição externa (descrever o nome da instituição no resumo/abstract)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1455
Issue Date: 20-Aug-2020
Appears in Collections:Teses e dissertações defendidas em outras Instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Fernando_Uhlmann_Soares_Final.pdfTese Doutorado em Geografia UFG-Regional Jataí7,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.