Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1419
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Medeiros, Luiza-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7818909384569762pt_BR
dc.contributor.referee1Farias, Keila-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2857898874194239pt_BR
dc.contributor.referee2Silva, Jesiel-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1262375754694269pt_BR
dc.creatorGomes, Noemi-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0256825026978433pt_BR
dc.date.accessioned2020-10-27T23:40:40Z-
dc.date.available2020-09-28-
dc.date.available2020-10-27T23:40:40Z-
dc.date.issued2020-09-09-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1419-
dc.description.abstractThe Movement of Landless Rural Workers, Landless’ Movement or MST, is considered the main social movement of the countryside in Brazil and one of the most important in the world, refering an agrarian matter, structural and historical in Brazil, the main goals are to fight for land and for agrarian reform. The state of Goias has a vast extension and concentration of land, and the Southwest Goiano is conderied the cradle of the Agribusiness in the state. The aim of this project is to know the role of the Landless Rural Workers Movement in the Southwest Goiano in the perceptive of women camped on the Leonir Orback camp, the lack of information of the Southwest Goiano is the fomentation matter in this research. The women participation of the access of the agrarian reform lands is due to dedication of the sindical leaders of the National Confederation of Agricultural Workers (CONTAG) and Single Center Workers (CUT). The accession of the MST regarding the matter of gender and women rights to the land results in the acknowledgment for the leadership to the fact of discouragement in the settlement’s activities, due to the rightless on the land, reflected negatively in the settlement and movement welfare, mainly in the collective efforts. The case of gender engagement in the MST still is unstable, varying of regions and connected to the participation of local women, state and subregional leadership.pt_BR
dc.description.resumoO Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Movimento dos Sem Terra ou MST, é considerado o principal movimento social do campo no Brasil e um dos mais importantes no mundo, remetendo a uma questão agrária, estrutural e histórica no Brasil, tendo como principais objetivos a luta pela terra e pela reforma agrária. O estado de Goiás possui vasta extensão e concentração de terras, e o Sudoeste Goiano é considerado o berço do agronegócio no estado. O presente trabalho tem como objetivo geral conhecer o desempenho do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no Sudoeste Goiano na percepção das mulheres acampadas no acampamento Leonir Orback, a carência de informações pontuais voltadas para o Sudoeste Goiano se traduz como questão de fomento a essa pesquisa. A inserção das mulheres na questão do acesso a terras de reforma agrária deve-se à dedicação das líderes sindicais da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A adesão do MST às questões de gênero e direitos da mulher à terra resulta do reconhecimento por parte da liderança ao fato de que o desestímulo das mulheres nas atividades dos assentamentos, decorrente da falta de diretos destas sobre a terra, refletia negativamente no bem-estar do assentamento e do movimento, principalmente no que diz respeito aos esforços coletivos. O envolvimento da questão de gênero no MST ainda é instável, variando por regiões e diretamente relacionado à participação de mulheres em lideranças locais, estaduais ou sub-regionais.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Noemi de Moraes Gomes (noemi.gomes@estudante.ifgoiano.edu.br) on 2020-09-28T15:20:12Z No. of bitstreams: 1 TCC - NOEMI.doc: 3494400 bytes, checksum: 10c21db0277d7ae97eeb4687db3df024 (MD5)en
dc.description.provenanceRejected by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br), reason: Prezada Noemi, Informamos que sua submissão foi rejeitada paraajustes pelo seguinte motivo:   O Termo de Ciência e Autorização Eletrônico (TCAE) ea ata de defesa não foram anexados à submissão.Tais documentos deverão constar, obrigatoriamente, dentro das submissões feitasno Repositório. Por ventura os documentos não estejam inseridos na submissão, apublicação será rejeitada pelos administradores da plataforma.  O TCAE está disponível na plataforma na aba "Termo deAutorização", podendo ser encontrado no seguinte link:  https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/TCAE_-_Termo_de_autorizacao.pdf   O(s) autor(es) devem revisar aversão final do trabalho acadêmico e gerar arquivo em formato PDF dessaversão, com as devidas comprovações solicitadas de aprovação dessaversão contendo as primeiras páginas na seguinte ordem: 1º Capa, 2ºFolha de rosto, 3º Ficha catalográfica (verso da folha rosto), 4º TCAE, 5º Atade defesa.  Assim que o TCAE e ata de defesa estiverem assinados e anexados,nos reenvie pela plataforma. Informamos que sua submissão não foi cancelada,você deverá entrar novamente na plataforma e seguir os procedimentossolicitados. Para tirar dúvidas, sugerimos que você dê uma olhada nos tutoriaisde como submeter o trabalho no RIIF Goiano: https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/como_depositar_riif_goiano_1.1.pdf Aguardamos a devolução do mesmo com as alterações solicitadas. Estamos à disposição. Atenciosamente,  on 2020-09-28T16:27:18Z (GMT)en
dc.description.provenanceSubmitted by Noemi de Moraes Gomes (noemi.gomes@estudante.ifgoiano.edu.br) on 2020-10-27T19:55:57Z No. of bitstreams: 1 TCC_Noemi_Gomes.pdf: 1473783 bytes, checksum: 0a6c1a8c8f3a7a012beae07982490d2e (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Poliana Ribeiro Dourado (poliana.ribeiro@ifgoiano.edu.br) on 2020-10-27T23:39:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TCC_Noemi_Gomes.pdf: 1473783 bytes, checksum: 0a6c1a8c8f3a7a012beae07982490d2e (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-10-27T23:40:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC_Noemi_Gomes.pdf: 1473783 bytes, checksum: 0a6c1a8c8f3a7a012beae07982490d2e (MD5) Previous issue date: 2020-09-09en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Federal Goianopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Rio Verdept_BR
dc.publisher.initialsIF Goianopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMovimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terrapt_BR
dc.subjectAcampamentopt_BR
dc.subjectMulheres Ruraispt_BR
dc.subjectAgronegócio no Sudoeste Goianopt_BR
dc.subjectMovement of Landless Rural Workerspt_BR
dc.subjectCamppt_BR
dc.subjectRural Womenpt_BR
dc.subjectAgribusiness on the Southwest Goiano.pt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.titleO AGRONEGÓCIO E O MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA NO SUDOESTE GOIANO: A PERCEPÇÃO DAS TRABALHODORAS SEM TERRApt_BR
dc.title.alternativeTHE AGRIBUSINESS AND THE MOVEMENT OF LANDLESS RURAL WORKERS IN THE SOUTHWEST GOIANO: The perception of the landless workerspt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Appears in Collections:Tecnologia em Agronegócio

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_Noemi_Gomes.pdf1,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.