Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/570
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Rosa, Odelfa-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8540979070889480pt_BR
dc.creatorAlves, Paulo Jean Pereira-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7905721292649184pt_BR
dc.date.accessioned2019-08-27T14:04:33Z-
dc.date.available2019-08-27-
dc.date.available2019-08-27T14:04:33Z-
dc.date.issued2019-06-25-
dc.identifier.urihttps://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/9919-
dc.description.abstractWaste generation in the world is increasing year after year, with several factors influencing such growth of population dynamics, region's economic situation, cultural aspects, among others. Difficulties are encountered by the government to maintain a sustainable economy that decreases socio-environmental problems. In this context, some of the great challenges at the beginning of the millennium refer to what to do and how destination of the enormous amount of waste produced, since the increase occurs in a threatening way, being considered something to be overcome in what concerns the degradation of the environment. This work aim identifying the irregular waste disposal areas of RSUs, in Pires do Rio (state of Goias, Brazil), pointing out suggestive measures to prevent irregular waste disposal in the neighborhoods. For this, concepts related to solid urban waste, tailings, landfill, controlled landfills, legislation, identification of the municipality and the neighborhoods under study are presented. A methodological path of the research was developed based on bibliographical research, documentary, field and laboratory. The illustrations were made with photographic records, graphs and figures. One hundred and ten (110) points of irregular waste disposal were identified in the four (4) neighborhoods surveyed, with “Nadin Saud” having more points and “Setor dos Bancários” with fewer points. According to the data collected, it was observed the absence of an administrative organizational structure, which according to legislation number 12.305/2010 management will have to adapt and enforce the current statute. Key-words: Urban solid wastes; Identification; Neighborhoods.pt_BR
dc.description.resumoA geração de resíduos no mundo aumenta ano após ano, sendo diversos os fatores que influenciam tal crescimento, como por exemplo, a dinâmica populacional, a situação econômica da região, aspectos culturais, entre outros, tem sido uma preocupação de ordem mundial, devido à dificuldade encontrada pelos governantes de manter uma economia sustentável que reduza as consequências socioambientais. Nesse contexto, alguns dos grandes desafios neste início de milênio referem-se ao que fazer e qual a destinação da enorme quantidade de resíduos produzidos, visto que o aumento ocorre de forma ameaçadora, sendo considerado algo a ser superado no que tange a degradação do ambiente. Considerando o exposto, o presente trabalho tem como objetivo identificação das áreas de descarte irregular de RSUs, na cidade de Pires do Rio (GO), apontando medidas sugestivas para prevenir o descarte irregular a céu aberto nos bairros. Para tanto, são apresentados conceitos relacionados a resíduos sólidos urbanos, rejeitos, lixão, aterro sanitário, aterros controlados, legislação, identificação do Município e os Bairros em estudo. O caminho metodológico da pesquisa foi desenvolvido com base em pesquisa bibliográfica, documental, em campo e laboratório. As ilustrações foram feitas com registros fotográficos, gráficos e figuras. Foram identificados cento e dez (110) pontos de disposições irregulares de resíduos nos quatro (4) bairros pesquisados, sendo o Bairro Nadin Saud com mais pontos e o Bairro Setor dos Bancários com menos pontos. De acordo com os dados levantados observou-se a ausência de uma estrutura organizacional administrativa, que de acordo com a Lei 12.305/2010 a gestão terá que se adequar e fazer cumprir a legislação vigente. Palavras-chave: Resíduos sólidos urbanos; Identificação; Bairros; Pires do Rio (GO).pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Paulo Jean Pereira Alves (paulo.jean@ifgoiano.edu.br) on 2019-08-27T13:05:36Z No. of bitstreams: 1 Dissertação de Mestrado em Geografia - Paulo Jean.pdf: 54887891 bytes, checksum: 3b9ca832e200370931c567b3b56bb32d (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br) on 2019-08-27T14:04:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação de Mestrado em Geografia - Paulo Jean.pdf: 54887891 bytes, checksum: 3b9ca832e200370931c567b3b56bb32d (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-08-27T14:04:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação de Mestrado em Geografia - Paulo Jean.pdf: 54887891 bytes, checksum: 3b9ca832e200370931c567b3b56bb32d (MD5) Previous issue date: 2019-06-25en
dc.description.sponsorshipOutra agência de fomento (descrever no resumo/abstract)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituição extra IF Goianopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituição externa ao IF Goiano (especificar no Resumo/abstract)pt_BR
dc.publisher.programInstituição externa (descrever o nome da instituição no resumo/abstract)pt_BR
dc.publisher.initialsInstituição extra IF Goianopt_BR
dc.relation.references______.Lei nº 12.305, Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2 de agosto de 2010. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm>. Acesso em: 11 de agosto de 2018. ______.Lei n° 903, de 07 de Julho de 1930, disponível em: http://www.gabinetecivil.goias.gov.br/leis_ordinarias/1930/lei_903.pdf, acesso em 31 de julho de 2018. ABRELPE - Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais - Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2017. ABRELPE. Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil - 2016. São Paulo: ABRELPE, 2016. ALVES, Paulo Jean Pereira. RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: uma fonte de sustentabilidade na cidade de Pires do Rio (GO), (2009) Trabalho de Conclusão de Curso – Curso de Geografia – Universidade Estadual de Goiás – Campus Pires do Rio (GO). Aprovado projeto que define como deverão funcionar os Ecopontos em Valinhos - http://www.camaravalinhos.sp.gov.br/?module=noticias&id=4319 – acessado em 13 de março de 2019 BERTO NETO, J. Medidas da emissão de gases em oito aterros de resíduos sólidos urbanos do Estado de São Paulo – Brasil. 2009. Tese (Doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. BORGES, Barsanufo Gomides. O Despertar dos Dormentes. Goiânia, Cegraf-UFG, 1990, p. 120. BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. BRINGHENTI, JR. Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos Urbanos: Aspectos Operacionais e da Participação da População. São Paulo, 2004 - Tese de Doutorado – Faculdade de Saúde Pública da USP. BUCENE, L. C. Sistema de Informação Geográfica na Classificação de Terras para Irrigação, em Pardinho-SP. Dissertação (Mestrado em Agronomia Irrigação e Drenagem) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2002. Cartilha de Limpeza Urbana. Tratamento e disposição final do lixo. 2010. Disponível em: http://www.bvsde.paho.org/bvsacd/cd29/limpeza/cap6.pdf Acesso em: 14 de janeiro de 2018. CASTILHOS JUNIOR, Armando Borges de (coordenador e autor), “Resíduos Sólidos Urbanos: Aterro Sustentável para Municípios de Pequeno Porte” - Florianópolis – SC – 2003, Editora Rima Artes e Textos. CESAR, Maria Paula Freitas Galvão. Panorama parcial da reciclagem de papel no estado de São Paulo. 2006. Disponível em: <http://www.unaerp.br/documentos/268-maria-paula-freitas-galvao-cesar/file> Acesso em: 10 de setembro 2018. COLVERO, Diogo Appel; CARVALHO, Eraldo Henriques de; PFEIFFER, Simone Costa; GOMES, Ana Paula. Avaliação da geração de resíduos sólidos urbanos no estado de Goiás, Brasil: análise estatística de dados. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2017, vol.22, n.5, pp.931-941. ISSN 1413-4152. http://dx.doi.org/10.1590/s1413-41522017159448. Acessado em 06 de dezembro de 2018. Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS), disponível em: https://www.consultoriasquadra.com.br/blog/como-fazer-o-plano-municipal-de-gestao-integrada-de-residuos-solidos-pgirs/221/ - acessado em 13 de março de 2019. DALMAS, Fabrício Baú, “Geoprocessamento Aplicado à Gestão de Resíduos Sólidos na UGRHI – 11 – Ribeira do Iguape e Litoral Sul", São Paulo, 2008, Tese de Mestrado submetida ao Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. Editora, s.d. ENCINAS, J. I.; NÓBREGA, R. C; COUTO JÚNIOR, A. F. Sugestão de criação de uma área de preservação ambiental na região do Ecomuseu do Cerrado. Boletim do Herbário Ezechias Paulo Heringer. Brasília: v. 14, dezembro de 2004. FERNANDES, Jorge Ulisses Jacoby. Lixo: limpeza pública urbana: gestão de resíduos sólidos sob o enfoque do direito administrativo. Belo Horizonte: DelRey, 2001. FERREIRA, E. R. Gestão e gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde em Presidente Prudente – SP. 2007. 249 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista Presidente Prudente, Presidente Prudente, 2007. GOUVEIA, Nelson. Resíduos sólidos urbanos: impactos socioambientais e perspectiva de manejo sustentável com inclusão social. São Paulo, 2012. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/csc/v17n6/v17n6a14.pdf>. Acesso em: 10 de agosto de 2017. GRIMBERG, Elisabeth, “Política Nacional de Resíduos Sólidos: o desafio continua”, São Paulo, 2007, publicado em 22 de outubro na Revista Sustentabilidade. HALBWACHS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo, Vértice Editora, 1990, p. 133. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm ( lei 12.305/2010) http://www.saopauloinfoco.com.br/jose-pires-do-rio acessado em 03 de dezembro de 2018. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cidades. Disponível em https://cidades.ibge.gov.br/brasil/go/pires-do-rio/panorama acessado em 21 de janeiro de 2018. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa Nacional de Saneamento Básico, PNSB -2008. Rio de Janeiro: IBGE; 2010. INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO (IPT). Rejeito Municipal: manual de gerenciamento integrado. São Paulo: IPT/CEMPRE. 2001. 200p. JACOBI Pedro; BESEN, G. R. Gestão de resíduos sólidos em São Paulo: desafios da sustentabilidade. Estudos Avançados 2011; 25 (71):135-158. JUNIOR, A.B.C. Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos com ênfase na proteção de corpos d’água: prevenção, geração e tratamento de lixiviados de aterros sanitários. ABES, Florianópolis – SC, 2006. LANZA V.C.V; CARVALHO A. L de. Orientações Básicas para operação de Aterro Sanitário. Belo Horizonte: FEAM. 2006. 8-11.p Disponível em: http://www.minasmenosresiduos.com.br/doc/infoteca/Cadernos%20Tecnicos/Orientacoes-Basicas-para-Operacao-de-Aterro-Sanitario.pdf, acessado em 14 de janeiro de 2019. LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Tradução de Sérgio Martins. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2008. 176 p. LEVY, João, CABEÇAS, Artur João, “Resíduos Sólidos Urbanos - Princípios e Processos”, 2008, Editora AEPSA – Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente. LOURENÇO, J. C; VASCONCELOS, R. F. V; LINS BARBOSA, Y. M. A. Deposição irregular de Resíduos Sólidos: uma análise comparativa entre dois Bairros de poder aquisitivo diferente na cidade de Campina Grande, Paraíba – Brasil. Revista Desarrollo Local Sostenible, v. 6, n. 18, p. 1-14, 2013. LUNA, Sergio Vasconcelos. Planejamento de pesquisa: uma introdução. São Paulo: EDUC, 2005. 108 p. Série Trilhas. MARSHALL, R. E.; FARAHBAKHSH K. Systems approaches to integrated solid waste management in developing countries. Waste Management, Canada: Elsevier, v. 33, pag. 988-1003, 2013. MENDONÇA, Francisco. Geografia e meio ambiente. 5ª ed. São Paulo: Contexto, 2003. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIETE. A política dos 5 R's. Disponível em: http://www.mma.gov.br/informma/item/9410 acessado em: 21 de outubro de 2018. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIETE. Sistema Nacional de Informações Sobre a Gestão de Resíduos Sólidos. Disponível em: <http://sinir.gov.br/web/guest/tipos-de-residuos>. Acesso em: 13 de agosto de 2017. MONTEIRO, J.H.P.; ZVEIBIL, V.Z. Manual de Gerenciamento Integrado de resíduos sólidos. Rio de Janeiro:IBAM, 2011. MOTTA, Diana Meirelles da. Gestão do Uso do Solo Disfunções do Crescimento Urbano, Volume 1: Instrumento de Planejamento e Gestão Urbana em Aglomerações Urbanas: Uma análise Comparativa, Brasília, 2002. MUCELIN, C. A.; BELLINI, M. Lixo e impactos ambientais perceptíveis no ecossistema urbano. Revista Sociedade & Natureza, n 20, v. 1, p 111-124, 2008. NBR.10.004 da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT – Resíduos Sólidos – Classificação. Válida a partir de 30/11/2004. NOGUEIRA, Wilson Cavalcanti. Pires do Rio. Goiânia: Roriz Gráfica. NUNES, Heliane Prudente. A Imigração Árabe em Goiás 1880-1970. Tese de Doutorado, USP, 1996. OLIVEIRA, Diego Wanderley de. & Outros. Mapeamento e Identificação dos pontos de disposição irregular de resíduos sólidos na área urbana do município de São Luís: Uma análise da situação com propostas de solução para a gestão de resíduos. REVISTA DO CEDS (Revista Científica do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável da UNDB) Número 5 – Volume 1 – ago/dez 2016 Periodicidade semestral. Disponível em: www.undb.edu.br/ceds/revistadoceds. Acesso em 12 de agosto de 2017. p. 240. PINTO-COELHO Ricardo Motta. Reciclagem e Desenvolvimento Sustentável. Belo Horizonte, 2009. Disponível em: http://ecologia.icb.ufmg.br/rpcoelho/Livro_Reciclagem/website/index.htm. Acesso em 12 de agosto de 2017. Projeto de Extensão “Educação Ambiental e Resíduos Sólidos Urbanos na Região do ABC – disponível em: https://earesiduossolidosurbanosufabc.wordpress.com/ - acessado em 18 de março de 2019. Projeto estimula educação ambiental de crianças em Campina Grande – disponível no site: http://g1.globo.com/pb/paraiba/rainha-da-borborema/2013/noticia/2013/10/projeto-estimula- educacao-ambiental-de-criancas-em-campina-grande.html - acessado em 13 de março de 2019 RESENDE, Isa Lúcia de Morais; VIEIRA, Joaquim Edson Coleta Seletiva: Subsídio para a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis - Quirinópolis – GO. In: VII Seminário Nacional de Resíduos Sólidos - Projetos Socioeconômicos, São Paulo, 2004. RIBEIRO, Gustavo G. et al. Reciclagem de resíduos orgânicos. Universidade do Estado de Mato Grosso, 2011. Disponível em http://www.unemat.br/proec/compostagem/docs/folder_reciclagem_residuos_organic os.pdf, acesso em 28 de novembro de 2012. ROSS Jurandyr Luciano Sanches. A sociedade Industrial e o ambiente. In: Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2003. SALGUEIRO, T. B. Espacialidades e temporalidades urbanas. In: CARLOS, A. F. A.; LEMOS, A. I. G. (Orgs). Dilemas urbanos: novas abordagens sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2003; p. 99 – 104. SANTOS, Gemmelle Oliveira; SILVA, Luiz Fernando Ferreira da.; Há dignidade no trabalho com o lixo? Considerações sobre o olhar do trabalhador. Revista Mal-Estar e Subjetividade, v.9 n.2, Fortaleza, 2009. SANTOS, Inês Margarida de Barros Tavares dos, “Diagnóstico e Avaliação da Gestão de Lixiviados Produzidos em Aterros Sanitários de Resíduos Urbanos – Caso de Estudo – Sistemas Intermunicipais”, Lisboa, 2008, Dissertação de Mestrado submetida à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, disponível no site http://www. dspace.fct.unl.pt/bitstream/10362/1441/1/TSantos_2008.pdf, consultado em 04/07/2017. SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4º ed. São Paulo: Edusp, 2009. SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 15 ed. Rio de Janeiro: Record, 2011. SANTOS, Milton. A Urbanização Brasileira. São Paulo: Editora Hucitec, 1994. SCARLATO, Francisco Capuano; PONTIN, Joel Arnaldo. cons. RODRIGUES, Sérgio de Almeida. Do nicho ao lixo: ambiente, sociedade e educação. São Paulo: Atual, 1992. – Série meio ambiente. SERVIÇO NACIONAL DE RECENSEAMENTO, Sinopse Preliminar do Censo Demográfico, março de 1951. SILVA, M. R. Desvelando a cidade: segregação sócio espacial em Jataí - Go. 2009. 205f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Estudos Socioambientais, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009. TEIXEIRA, D. R.; PAZ, F. N.; PRADO, G. L.; MARÓN, J. R. L.; MALVÁSIO, A. Caracterização da disposição dos Resíduos Sólidos gerados no município de Palmas – Tocantins: um estudo de caso em quadras selecionadas. Espaço & Geografia, v.16, N.1, p. 1:39, 2013. WALDMAN, Maurício. Lixo: cenários e desafios. São Paulo: Cortez, 2010. ZANTA, Viviana Maria; FERREIRA, Cythia Fantoni Alves. Gerenciamento Integrado De Resíduos Sólidos Urbanos. In: CASTILHOS JÚNIOR, Armando Borges de. (coord.). Resíduos Sólidos Urbanos: aterro sustentável para município de pequeno porte. Rio de Janeiro: ABES, Rima, 2003.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectResíduos sólidos urbanospt_BR
dc.subjectIdentificaçãopt_BR
dc.subjectBairrospt_BR
dc.subjectPires do Rio (GO)pt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONALpt_BR
dc.titleIDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS DE DESCARTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM BAIRROS DE PIRES DO RIO (GO)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Appears in Collections:Teses e dissertações defendidas em outras Instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado em Geografia - Paulo Jean.pdf53,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.