Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1307
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Cruz, Sihélio-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7813217275001235pt_BR
dc.contributor.referee1Grah, Vanessa-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5969508959660966pt_BR
dc.contributor.referee2Oliveira, Silvia-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5131894298552501pt_BR
dc.creatorPortilho, Wamiston-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7579920759062149pt_BR
dc.date.accessioned2020-07-23T19:17:02Z-
dc.date.available2020-07-17-
dc.date.available2020-07-23T19:17:02Z-
dc.date.issued2020-03-07-
dc.identifier.citationAQUINNO, Solano Martins. Pragas e Doenças do Mogno Africano. Instituto de Brasileiro de Florestas, 2019. Artigos. Disponível em: <https://mercadoflorestal.com.br/artigos/o-que-emogno-africano>. Acesso em: 05 de jan. de 2020. AUER, C. G. Doenças de Árvores Urbanas. Ministério da Agricultura, do Abastecimento e da Reforma Agrária, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, Centro Nacional de Pesquisa de Florestas - CNPF, Colombo – PR, v. 28, 1996. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/162278/1/Doc-28.pdf>. Acesso em: 18 de jan. 19. Conhecendo os dolos brasileiros: Latossolos. LABORSOLO Laboratórios, 2014. Disponível em: <https://tecnoblog.net/247956/referencia-site-abnt-artigos/>. Acesso em: 17 de jan. 2020 Juiz de Fora. Wikipedia. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Juiz_de_Fora>. Acesso em: 15 de jan. 2020. Lucratividade do Mogno Africano. Instituto de Brasileiro de Florestas, 2016. Conteúdo. Disponível em: <https://www.ibflorestas.org.br/conteudo/lucratividade-mogno-africano>. Acesso em: 06 de jan. de 2020. Mariano, Rheysprincys Rio. Características Químicas e Físicas de Mogno Africano (Khaya ivorensis). 2017. 38 f. Monografia (Bacharel em Engenharia Floresta) - Faculdade de Engenharia Florestal, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2017. MARTINS, T. V.; CUNHA, M. G. da; DIANESE, E. de C. MÉTODOS MECÂNICOS DE CONTROLE DO CANCRO DO CÓRTEX DO MOGNO AFRICANO CAUSADO POR Lasiodiplodia theobromae. Congresso Brasileiro de Fitopatologia, Uberlândia, p. 1, 2017. Disponível em: <http://www.infobibos.com/anais/CBFito/50/Resumos/Resumo50CBFito_0739.pdf >. Acesso em: 15 de jan. 2020. Mogno Africano. Trasam. Disponível em: <http://www.trasam.com.br/br/prod_mogno.php>. Acesso em: 18 de jan. 2020. Natividade, Gustavo Souza. Análise do Cenário da Produção de Mogno Africano (Khaya ivorensi) no Cerrado. 2016. 45 f. Monografia (Bacharel em Gestão de Agronegócios.) - Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, Brasília, 2016. O que é Mogno Africano. Mercado Florestal. Disponível em: <https://mercadoflorestal.com.br/artigos/o-que-e-mogno-africano>. Acesso em: 05 de jan. de 2020. Piranhas (Goiás). Wikipedia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Piranhas_(Goi%C3%A1s)>. Acesso em: 16 de jan. 2020. 17 REIS, C. A. F.; OLIVEIRA, E. B.; SANTOS, A. M. Mogno-africano (Khaya spp.): atualidades e perspectivas do cultivo no Brasil. Embrapa, 2019. Disponível em: < https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1112698/mogno-africano-khayaspp-atualidades-e-perspectivas-do-cultivo-no-brasil >. Acesso em: 12 jan. 2020. RIBEIRO, A.; FILHO, A. C. F.; SCOLFORO, J. R. S. O Cultivo do Mogno Africano (Khaya spp.) e o Crescimento da Atividade no Brasil. Flor@m: Floresta e Ambiente, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/floram/v24/2179-8087-floram-24-e00076814.pdf >. Acesso em: 10 jan. 2020. Tclmouroes. TAMANHO DO CERNE X TAMANHO DO ALBURNO. ENTENDA DEFINITIVAMENTE. Disponível em: < http://www.tclmouroes.com.br/tamanho-do-cernex-tamanho-do-alburno-entenda-definitivamente/>. Acesso em: 16 de jan. 2020. TREMACOLDI, C. R. et al. Cancro em mogno africano no estado do Pará. Pesquisa Florestal Brasileira, 2013. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/91359/1/PFB221-225.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2020. Viçosa (Minas Gerais). Wikipedia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Vi%C3%A7osa_(Minas_Gerais)>. Acesso em: 15 de jan. 2020. Wikipedia in foco. Zona da Mata Mineira, novembro de 2017. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Zona_da_Mata_Mineira>. Acesso em: 15 de jan. 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifgoiano.edu.br/handle/prefix/1307-
dc.description.abstractThe use of African Mahogany has been growing frequently in crops, enabling the use of Forest Livestock Integration Systems - ILPF. Thus, the case study aims to show the project and how profitable the African Mahogany culture is, as a long-term economic alternative, when integrated with other cultures. As a result, a case state was carried out at Fazenda Ebenézer, owned by Mr. Eldinatal Pereira Dutra, located in the municipality of Piranhas-GO, on the right banks of Highway BR-158 towards Piranhas-Go to Bom Jardim de Goiás-GO, 2 km from the highway in a yellow-red latosol region. During the cultivation, several consortia were used, as in the first phase, which was integrated with manioc (Manihot esculenta), the second with Urochloa brizantha, and in the third phase, with 8 years of planting, it is being integrated with guariroba (Syagrus oleracea). Through this, also present market values, point of withdrawal and among other processes involved in the production of African Mahoganypt_BR
dc.description.resumoO uso do Mogno Africano vem crescendo de forma frequente nas lavouras, possibilitando a utilização de Sistemas de Integrações Lavoura Pecuária Floresta – ILPF. Assim, o estudo de caso visa mostrar o projeto e a quão lucrativo é a cultura do Mogno Africano, como uma alternativa econômica de longo prazo, quando integrada com outras culturas. Com isso, foi realizado um estado de caso na Fazenda Ebenézer, de propriedade do Sr. Eldinatal Pereira Dutra, localizada no município de Piranhas-GO, as margens direita da Rodovia BR-158 no sentido Piranhas-Go para Bom Jardim de Goiás-GO, a 2 Km da Rodovia em uma região de latossolo amarelo-vermelho. Ao longo do cultivo, foi utilizado diversos consórcios como na primeira fase que foi integrado com mandioca (Manihot esculenta), a segunda fase com Urochloa brizantha, e na terceira fase, com 8 anos de plantio está sendo integrado com guariroba (Syagrus oleracea). Através disso, apresentar também valores de mercado, ponto de retirada e entre outros processos envolvidos na produção do Mogno Africano.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Wamiston Xavier Portilho (2018205301760109@ifgoiano.edu.br) on 2020-07-17T01:03:56Z No. of bitstreams: 1 TCC Wamiston.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5)en
dc.description.provenanceRejected by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br), reason: Prezado Waminston, Informamos que sua submissão foi rejeitada para ajustes pelo seguinte motivo:   O Termo de Ciência e Autorização Eletrônico (TCAE) e a ata de defesa não foram anexados à submissão. Tais documentos deverão constar, obrigatoriamente, dentro das submissões feitas no Repositório. Por ventura os documentos não estejam inseridos na submissão, a publicação será rejeitada pelos administradores da plataforma.  O TCAE está disponível na plataforma na aba "Termo de Autorização", podendo ser encontrado no seguinte link:  https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/TCAE_-_Termo_de_autorizacao.pdf   O(s) autor(es) devem revisar a versão final do trabalho acadêmico e gerar arquivo em formato PDF dessa versão, com as devidas comprovações solicitadas de aprovação dessa versão contendo as primeiras páginas na seguinte ordem: 1º Capa, 2º Folha de rosto, 3º Ficha catalográfica (verso da folha rosto), 4º TCAE, 5º Ata de defesa.  Assim que o TCAE e ata de defesa estiverem assinados e anexados, nos reenvie pela plataforma. Informamos que sua submissão não foi cancelada, você deverá entrar novamente na plataforma e seguir os procedimentos solicitados. Para tirar dúvidas, sugerimos que você dê uma olhada nos tutoriais de como submeter o trabalho no RIIF Goiano: https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/como_depositar_riif_goiano_1.1.pdf  Aguardamos a devolução do mesmo com as alterações solicitadas. Estamos à disposição. Atenciosamente, on 2020-07-17T14:14:39Z (GMT)en
dc.description.provenanceSubmitted by Wamiston Xavier Portilho (2018205301760109@ifgoiano.edu.br) on 2020-07-17T14:39:01Z No. of bitstreams: 2 TCC Wamiston.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5) IMG-20200512-WA0056.jpg: 52404 bytes, checksum: aa69d8aaffd6a4767198e10408f880b5 (MD5)en
dc.description.provenanceRejected by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br), reason: Prezado Waminston, Informamos que sua submissão foi rejeitada para ajustes pelo seguinte motivo:   O Termo de Ciência e Autorização Eletrônico (TCAE) e a ata de defesa não foram anexados à submissão. Tais documentos deverão constar, obrigatoriamente, dentro das submissões feitas no Repositório. Por ventura os documentos não estejam inseridos na submissão, a publicação será rejeitada pelos administradores da plataforma.  O TCAE está disponível na plataforma na aba "Termo de Autorização", podendo ser encontrado no seguinte link:  https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/TCAE_-_Termo_de_autorizacao.pdf   O(s) autor(es) devem revisar a versão final do trabalho acadêmico e gerar arquivo em formato PDF dessa versão, com as devidas comprovações solicitadas de aprovação dessa versão contendo as primeiras páginas na seguinte ordem: 1º Capa, 2º Folha de rosto, 3º Ficha catalográfica (verso da folha rosto), 4º TCAE, 5º Ata de defesa.  Assim que o TCAE e ata de defesa estiverem assinados e anexados, nos reenvie pela plataforma. Informamos que sua submissão não foi cancelada, você deverá entrar novamente na plataforma e seguir os procedimentos solicitados. Para tirar dúvidas, sugerimos que você dê uma olhada nos tutoriais de como submeter o trabalho no RIIF Goiano: https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/como_depositar_riif_goiano_1.1.pdf  Aguardamos a devolução do mesmo com as alterações solicitadas. Estamos à disposição. Atenciosamente, on 2020-07-17T14:41:59Z (GMT)en
dc.description.provenanceSubmitted by Wamiston Xavier Portilho (2018205301760109@ifgoiano.edu.br) on 2020-07-17T15:15:47Z No. of bitstreams: 1 mon_especialização_Wamiston Portilho.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5)en
dc.description.provenanceRejected by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br), reason: Prezado Waminston,  VOCÊ PRECISA SE ATENTAR AO QUE PEDE ESTE E-MAIL! NÃO ADIANTA ENVIAR O TRABALHO SEM OS DOCUMENTOS SOLICITADOS, POIS A SUBMISSÃO SERÁ RECUSADA. Informamos que sua submissão foi rejeitada para ajustes pelo seguinte motivo:   O Termo de Ciência e Autorização Eletrônico (TCAE) e a ata de defesa não foram anexados à submissão. Tais documentos deverão constar, obrigatoriamente, dentro das submissões feitas no Repositório. Por ventura os documentos não estejam inseridos na submissão, a publicação será rejeitada pelos administradores da plataforma.  O TCAE está disponível na plataforma na aba "Termo de Autorização", podendo ser encontrado no seguinte link:  https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/TCAE_-_Termo_de_autorizacao.pdf   O(s) autor(es) devem revisar a versão final do trabalho acadêmico e gerar arquivo em formato PDF dessa versão, com as devidas comprovações solicitadas de aprovação dessa versão contendo as primeiras páginas na seguinte ordem: 1º Capa, 2º Folha de rosto, 3º Ficha catalográfica (verso da folha rosto), 4º TCAE, 5º Ata de defesa.  Assim que o TCAE e ata de defesa estiverem assinados e anexados, nos reenvie pela plataforma. Informamos que sua submissão não foi cancelada, você deverá entrar novamente na plataforma e seguir os procedimentos solicitados. Para tirar dúvidas, sugerimos que você dê uma olhada nos tutoriais de como submeter o trabalho no RIIF Goiano: https://suap.ifgoiano.edu.br/media/documentos/arquivos/como_depositar_riif_goiano_1.1.pdf  Aguardamos a devolução do mesmo com as alterações solicitadas. Estamos à disposição. Atenciosamente, on 2020-07-17T16:12:13Z (GMT)en
dc.description.provenanceSubmitted by Wamiston Xavier Portilho (2018205301760109@ifgoiano.edu.br) on 2020-07-23T15:59:53Z No. of bitstreams: 3 mon_especialização_Wamiston Portilho.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5) TCAE.jpeg: 55696 bytes, checksum: fa059d536d14760ae7bec0caa1261b21 (MD5) Ata de Defesa.pdf: 3660692 bytes, checksum: 4af991b5e7585ad7fca20fe08f2b628d (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Johnathan Diniz (johnathan.diniz@ifgoiano.edu.br) on 2020-07-23T19:15:43Z (GMT) No. of bitstreams: 3 mon_especialização_Wamiston Portilho.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5) TCAE.jpeg: 55696 bytes, checksum: fa059d536d14760ae7bec0caa1261b21 (MD5) Ata de Defesa.pdf: 3660692 bytes, checksum: 4af991b5e7585ad7fca20fe08f2b628d (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-07-23T19:17:02Z (GMT). No. of bitstreams: 3 mon_especialização_Wamiston Portilho.pdf: 2278295 bytes, checksum: 25b0f96d1cf0b387f74c28d2ec3b9283 (MD5) TCAE.jpeg: 55696 bytes, checksum: fa059d536d14760ae7bec0caa1261b21 (MD5) Ata de Defesa.pdf: 3660692 bytes, checksum: 4af991b5e7585ad7fca20fe08f2b628d (MD5) Previous issue date: 2020-03-07en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Federal Goianopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Iporápt_BR
dc.publisher.initialsIF Goianopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectConsórcio, Capim, Mandioca, Guariroba.pt_BR
dc.subjectConsortium, Capim, Cassava, Guariroba.pt_BR
dc.subject.cnpqCIENCIAS AGRARIASpt_BR
dc.titleESTUDO DE CASO: MOGNO AFRICANO NO SISTEMA INTEGRAÇÃO LAVOURA, PECUÁRIA E FLORESTA (ILPF).pt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
Appears in Collections:Especialização em Sistema Integrados de Produção Agropecuária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mon_especialização_Wamiston Portilho.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open
TCAE_Wamiston Xavier Portilho.jpeg112,5 kBJPEGView/Open
Ata de defesa_Wamiston Xavier Portilho.pdf177,13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.